Pancada

Publicação: 2017-11-15 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Marcos Lopes
lopesrn@hotmail.com

Judas Tadeu Gurgel sofreu duplamente neste ano de 2017. O primeiro grande sofrimento foi o fracasso do time do ABC no Brasileiro da Série B e que acabou no rebaixamento, e o maior de todos, sem nenhuma dúvida, foi a renúncia imposta ao dirigente como única maneira de reunificar o clube no aspecto político e tentar sair da crise financeira e técnica que está mergulhado. Uma pancada forte no agora ex-presidente.

Decisão difícil
Penso que a decisão de renúncia do vice-presidente eleito do ABC, Rodrigo Salustino não deve ter sido fácil. Salustino se apresenta ao meu ver como uma nova liderança dentro do clube, e ao renunciar, teve um gesto importante e que ficou bem claro na carta que apresentou de colocar acima de qualquer vaidade pessoal – era o primeiro elo na corrente sucessória - o projeto de pacificar o ABC e tentar evitar o que ele chamou de “oposição raivosa”.

Cachimbo da paz
Agora é esperar que a paz volte a reinar nas correntes que se formaram dentro do ABC e que a eleição de Fred Menezes possa ser o caminho para a pacificação do clube, pelo menos até a eleição de dezembro de 2018. Nesta eleição para mandato tampão será respeitado o artigo 53 do estatuto do clube e terá como colégio eleitoral o Conselho Deliberativo. Eleição direta só no final do próximo ano, para a escolha do novo presidente.

Na China
O bom volante Felipe Guedes vai fazer o “pé de meia” no futebol chinês, no Meizhou Hakka. Guedes foi uma das contratações feitas pelo ABC, pelo vice de futebol Leonardo Arruda. Quando veio para o alvinegro, Felipe Guedes estava no Veranópolis. Um jogador desconhecido para a grande maioria, mas que conquistou espaço e passou a ser um dos mais importantes do elenco alvinegro.

Vai pesar 
Treinador Leandro Campos deixou bem claro que as atuações nas Copa do Nordeste Sub-20 e Copa São Paulo serão decisivas para o aproveitamento ou não dos jogadores da base no elenco principal para a temporada 2018. Ele está certo. Não pode ser aproveitado por ser da base, mas sim se mostrar qualidade técnica.

Não pode vacilar 
Leandro Campos sabe que precisa se cercar de todos os cuidados para não errar nas definições para 2018. O Estadual é fundamental para garantir vaga na Copa do Nordeste 2019 e também para a Série D. Precisa ter uma espécie de habeas no bolso.

Competição é cruel
A série D é uma competição cruel, tem um sistema de disputa injusto e que nem sempre premia o melhor, e o América é um exemplo claro do que afirmo. Fez uma campanha de ponta nesta ano, e por ter vacilado em um único jogo deixou escapar a chance de brigar por uma vaga de acesso.

Amadorismo
Incrível que em pleno 2017, um time de futebol que disputa uma competição profissional de acesso, ainda perca pontos por uso de jogador irregular. Foi o que aconteceu com o Mossoró Esporte Clube, que relacionou o goleiro reserva Kleber na partida contra o Força e Luz no último dia 5. Jogador só apareceu no BID no dia seguinte. Vacilou e vai perder o dobro dos pontos conquistados na partida. O MEC venceu o Força e Luz por 2 a 0.

Seleção Estadual Sub-20 
Nos preparativos para o Brasileiro de seleções sub-20, a seleção do RN treina amanhã no Juvenal Lamartine e na sexta-feira, no CT do ABC. Os dois treinos marcados para oito e meia da manhã.

Esnobou a Copa do Nordeste 
Lembro de uma entrevista do presidente do Sport, quando ele disse que a Copa do Nordeste “é deficitária, nós como clube grande, pagamos para jogar”. Mais uma vez a soberba recebeu um troco pesado. Rubro negro pernambucano tem tudo para enfrentar a Série B no ano que vem.

Surpreendente Oeste 
Coluna fechada antes da rodada, mas até o jogo contra o Inter o surpreendente time do Oeste havia perdido apenas uma em 15 partidas. Time sem torcida, nômade e que mal se sustenta no Paulista, mesmo que não consiga o acesso, o time já fez história. Nos dois últimos anos, escapou do rebaixamento na última rodada.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários