Papa recebe jogadores da NBA para debater racismo

Publicação: 2020-11-24 00:00:00
O papa Francisco recebeu nesta segunda-feira cinco jogadores da NBA, principal liga de basquete do mundo, para discutir a atuação dos atletas contra o racismo. Além dos atletas, membros da Associação Nacional de Jogadores de Basquete (NBPA, em inglês) também estiveram na reunião realizada no Vaticano.

Créditos: Yara Nardi

A última temporada da NBA chegou a ser paralisada por causa de protesto dos jogadores contra o racismo. O movimento foi impulsionado principalmente pela morte de George Floyd, em maio, vítima da violência policial. A morte de Floyd deu novo impulso ao movimento "Black Lives Matter" (Vidas Negras Importam, em português).

De acordo com informações divulgadas pelo Vaticano, todos os presentes na reunião realizaram testes para o novo coronavírus e tiveram diagnóstico negativo. Os jogadores que compareceram ao encontro foram Marco Belinelli, do San Antonio Spurs; Sterling Brown e Kyle Korver, do Milwaukee Bucks; Jonathan Isaac, do Orlando Magic; e Anthony Tolliver, do Memphis Grizzlies.

"Estamos extremamente honrados por esta oportunidade de vir ao Vaticano e compartilhar nossas experiências com o Papa Francisco Sua franqueza e disposição para discutir essas questões foram inspiradoras e um lembrete de que nosso trabalho teve um impacto global e deve continuar avançando", disse Korver.