'Papai Noel’ presenteia quase 10 mil crianças no RN

Publicação: 2017-01-11 00:09:00 | Comentários: 0
A+ A-
A tradicional campanha 'Papai Noel dos Correios', realizada há 27 anos, presenteou, no ano passado, 9.991 crianças potiguares de 55 escolas públicas e instituições em vários municípios do Rio Grande do Norte. Esse quantitativo corresponde a 92,5% do total de 10.800 cartinhas selecionadas pela campanha. Entre os presentes, as crianças pediram e receberam material escolar, calçados, bonecas, carrinhos e bolas.
CedidaPedro Lucas, 6 anos, recebeu uma nova cadeira de rodasPedro Lucas, 6 anos, recebeu uma nova cadeira de rodas

“Apesar da crise, foi uma campanha satisfatório, de grande importância social e que atingiu seu objetivo, que é levar presentes a crianças carentes”, afirma o diretor regional no Rio Grande do Norte, Francisco Canindé dos Santos. As escolas visitadas são indicadas pelas secretarias de educação, todas situadas em áreas de maior fragilidade socioeconômica, além de instituições filantrópicas de apoio à criança e ao adolescente com deficiência.

Nas entregas dos presentes, momentos de alegria e emoção. Késia, 8 anos, teve seu sonho concretizado. “Ganhei uma barbie para brincar de boneca com minhas amigas. Ela é linda, eu amei!”, comemorou. Luan, 11 anos, recebeu do Papai Noel uma chuteira. “Eu gosto muito de jogar bola, mas não tinha uma chuteira. Eu tinha pedido do fundo do meu coração, então eu gostei muito desse presente!”, vibrou.

Em 2016, foram apadrinhadas cinco cartinhas especiais, com a doação de duas cadeiras de rodas e três óculos de grau. Pedro Lucas, 6 anos, foi uma das crianças contempladas. Ele tem síndrome de Vater, uma doença rara que causa diversas malformações congênitas. “Estou com o coração apertado só de ver a alegria do Pedro com o andador e a cadeira nova e querendo falar Papai Noel”, disse emocionada Juliana, a mãe da criança.

Para a vice-diretora da Escola Estadual Eurípedes Barsanulfo, em Felipe Camarão, Mycheline Santos, a campanha pode ser resumida em duas palavras: aprendizado e solidariedade. “Há aprendizado pra as crianças desde o momento em que recebem a notícia de que vão estudar o gênero textual carta. Também há aprendizado para a sociedade, pois a campanha ensina as pessoas a serem mais solidárias com tantas crianças que precisam”, explicou.

Ano passado, o Papai Noel dos Correios também visitou a comunidade quilombola de Capoeira, na zona rural de Macaíba. Além de Natal e Região Metropolitana, a campanha contemplou instituições de ensino nos municípios de Assu, Caicó, Currais Novos, Macau, Mossoró, Nova Cruz, Pau dos Ferros, Rafael Godeiro e Santa Cruz.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários