Cookie Consent
Jornal de WM
Para curar a neurose
Publicado: 00:00:00 - 30/01/2022 Atualizado: 17:12:57 - 29/01/2022
woden madruga 
woden@tribunadonorte.com.br 

Na gaveta dos papéis desarrumados encontro uma carta de Erivan França (1925/1988), jornalista e político, dos bons papos de Natal de antigamente, com passagens pelo Rio de Janeiro e Brasília, e que dá nome a principal avenida de Ponta Negra, beirando o mar até a subida do Morro do Careca. É datada de 17 de outubro de 1979, lá se vão 43 anos. Naquela semana a Tribuna do Norte passou a ser editada eletronicamente e impressa em offset. Houve festa, redação nova e ampla cheia de convidados ilustres, jornalistas e políticos, entre eles Erivan França, vindo do Rio de Janeiro.  A nova TN foi para as bancas no dia 14. Este orador que vos fala era o diretor de redação, editor, coisa assim. Um sufoco.

Na antevéspera, esta coluna que já tinha 15 anos de existência, se despedia do “tempo do chumbo”, passeava pelas minhas neuroses (“neurótico civilizado e manso que gosta de um bom uísque e de um vinho chileno”) e falava das saudades do jornal velho: “Registro no dia último da composição a chumbo deste jornal um grande sentimento de saudade. Saudades das tintas, do cheiro das tintas do meu velho jornal, do matraquear das linotipos cortando o silêncio das madrugadas, da algazarra e da sujeira das oficinas, da habilidade dos tituleiros dançando com seus dedos nas caixetas quase centenárias, o estrondo surdo da impressora velha”. 

A carta de Erivan França, sempre generoso com os amigos, foi mais ou menos no rastro do Jornal de WM de 12 de outubro. Transcrevo-a na íntegra:

“Meu caro Woden:
Vou seguindo amanhã de volta da festa da nossa TN.

Por conta do seu estado neurótico-confesso, mas civilizado, manso, que gosta de um uísque e de um bom vinho chileno, por tudo que você é de bom, inclusive afilhado de batismo do nosso saudoso Café Filho, prometo trazer do Rio, oferta do “Buffet Lopes”, um bom uísque e um bom vinho chileno para você curtir a sua carinhosa neurose que proporciona aos leitores de WM – todos os dias – momentos de bem-estar e satisfação.

Não tenha saudades do matraquear das linotipos. Com a off-set não haverá silêncio. Haverá sempre os ruídos da velocidade eletrônica do progresso, mantendo o mesmo calor humano da velha Tribuna, sempre com “chumbo” grosso em defesa do Rio Grande do Norte e de seu povo.

Ofereço-lhe a glosa abaixo, de autoria de Roldão Botelho, meu amigo e seu amigo também:
Mote Uísque ou vinho chileno / Para curar a neurose Glosa
Pra quem pensa que é pequeno / Mas é um grande neurótico / Eis um conselho estrambótico / Uísque ou vinho chileno / Bebe-se calmo e sereno / Acaba-se a psicose / Repete-se a oitava dose / De preferência, na praia / Com um bom “rabo de saia” / Para curar a neurose. ” 

Festa do Boi 
A Anorc  já começa a cuidar da realização da Festa do Boi de 2022, coisa de outubro/novembro, este ano com um tempero especial:  a exposição comemora 60 anos. Tudo começou em 1962, durante o governo de Aluízio Alves. Está hoje entre as principais exposições agropecuárias do país.
A propósito, a Festa do Boi do ano passado é destaque na edição dezembro da ABCZ-Revista, órgão oficial da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu, sediada em Uberaba, Minas Gerais. Título da reportagem: “Sindi por todos os cantos”. Subtítulo: “Leilões e eventos virtuais fortalecidos com apoteose do Sindi na Festa do Boi de Parnamirim no Rio Grande do Norte marcam a evolução da raça no mercado nacional e internacional”.

Apoteose da raça 
A reportagem, assinada por Márcia Benevenuto, acrescenta: “Com o ano cheio e movimentado a raça Sindi foi protagonista absoluta na Festa do Boi, realizada em Parnamirim, área metropolitana de Natal, Rio Grande do Norte. Seguindo todas as recomendações de protocolo de enfrentamento do Covid 19, os criadores levaram para a maior exposição do Nordeste quase 200 exemplares dos principais plantéis regionais”.

Ressaca Deu na coluna de Ancelmo Gois, de O Globo:
- Outro dia, um parceiro da coluna, de férias em Paris, foi a uma farmácia ao lado do Hotel Lutetia, na Rive Gauche, e pediu Oxiboldine. A atendente disse que tinha acabado porque “tem muito brasileiro nas redondezas”.
- Oxiboldine é um remédio efervescente à base de boldo muito badalado no Brasil porque Vinicius de Moraes (1913-1980) dizia ser a melhor solução para a ressaca. ”

Política Destaque do jornal “O Estado de S. Paulo”:
- Mais pessoas têm restrições a votar no presidente Jair Bolsonaro (PL) do que em Ciro Gomes (PDT) e Sérgio Moro (Podemos), segundo pesquisa Ipespe divulgada quinta-feira, 267. Apenas 8% dos eleitores consultados disseram que “poderiam” votar no chefe do Planalto, enquanto para Moro e Ciro esse índice é de 28% e 39%, respectivamente. Essa categoria de resposta é o meio termo entre os eleitores que “com certeza” escolheriam um candidato e aqueles que não o fariam de maneira alguma.
- Entre todos os pré-candidatos, Bolsonaro é quem tem a maior rejeição – 64% disseram que não votariam nele de “jeito nenhum”. Para Ciro e Moro, o percentual é 42% e 53%, respectivamente. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece como uma opção impensável para 43% dos eleitores.

Memória de Eider 
O Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte vai digitalizar e disponibilizar as obras publicadas por Eider Furtado (1924-2019), o escritor, jornalista, músico, ator, advogado, professor de Direito, dos grandes nomes de nossa cultura. São cinco livros de memórias: “Audiência de um Tempo Vivido” (2004), “No Fórum da Memória” (2008), “Nas Veredas do Tempo” (2010), “Meio Século de Memória” (2011) e “Retalhos da Vida”(2019).
Lendo seus livros tem-se também o prazer de  deliciosos passeios por Natal dos tempos de 1930, 40, 50. Sua obra enriquece a prosa memorialística potiguar.

Chuva Janeiro terminando com muita chuva nos sertões potiguares, pegando todas as regiões do Estado. Chuvas mais concentradas no Oeste, Seridó e Vale do Açu. Em Ipanguaçu, choveu, sexta-feira, 106 milímetros. Muita chuva também na Paraíba e no Ceará, acumuladas passando dos 100 milímetros em dois dias (quinta e sexta). Previsões apontam mais chuvas entrando fevereiro. Amém.

Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte