Passado e presente para novos públicos

Publicação: 2018-05-15 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Ramon Ribeiro
Repórter

Lugar de maravilhamento,  identificação, aprendizagem, afeto. Mas não só isso. Além de promover o conhecimento, museus também podem ter papel fundamental na revitalização de áreas urbanas, promovendo o desenvolvimento social e econômico a partir da atuação em sintonia com a comunidade e seu entorno. Nesse sentido, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) realiza a 16ª Semana de Museus trazendo como tema a proposta “Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”. A programação acontece em todo o Brasil, entre os dias 14 e 20 de maio.

“Aves e Evoluções – Uma perspectiva histórica” parte dos estudos de Charles Darwin para falar da evolução das espécies
“Aves e Evoluções – Uma perspectiva histórica” parte dos estudos de Charles Darwin para falar da evolução das espécies

No Rio Grande do Norte, 19 instituições participam da Semana, sendo sete em Natal. Dentro da perspectiva do tema, o Museu Câmara Cascudo (MCC) preparou uma diversas ações para o período. A abertura será nesta terça-feira (15), às 18h, com a palestra “Hiperconexão e Cultura: uma relação conflituosa”, com as professoras Josimey Costa e Rita Maria Xavier, ambas da UFRN. A noite ainda contará com a abertura da instalação interativa “MedusoZoa – Uma experiência hiperconectada”.

A instalação aborda a relação cada vez mais entranhada das pessoas com sistemas digitais. A obra, desenvolvida pelos pesquisadores Alyson Matheus de Carvalho Souza, Daniel Miqueias do Nascimento Barbosa e Cesar Renno Costa, do Instituto Metropole Digital, reforça a aproximação do Museu com as novas tecnologias. “É uma instalação com projeção de medusas percorrendo a sala de exposição. Um dispositivo vai detectar a presença dos visitantes para interagir com as projeções”, detalha Everardo.

Vestígios e rastros do passado fazem parte da exposição“Icnologia – A Vida Passou Por Aqui”
Vestígios e rastros do passado fazem parte da exposição “Icnologia – A Vida Passou Por Aqui”

Projeções interativas também estão previstas na nova exposição que o MCC abre na quinta-feira (17): “Icnologia – A Vida Passou Por Aqui”. Essa setor do museu estuda o comportamento dos seres vivos a partir dos rastros deixados por eles, como tocas e pegadas. O visitante terá contato com vestígios fósseis de dinossauros encontrados em solo potiguar pelo padre paleontólogo Giuseppe Leonardi. Uma entrevista em vídeo com ele também estará disponível na sala. Em outra parte da exposição, os visitantes poderão ver a representação de tocas de animais terrestres e aéreos. A concepção visual é do professor do curso de Design da UFRN, Olavo Bessa.

“Vamos disponibilizar QR Code para os visitantes encontrarem mais informações. Também vamos contar com projeções interativas na exposição, mas não agora nessa primeira parte. A ideia é captar os rastros dos visitantes assim que eles entram na sala e projetar na parte final da mostra”, explica Bessa.

A semana dos museus no MCC ainda conta com visitas mediadas por especialistas às exposição em cartaz, como “Aves e Evoluções – Uma perspectiva histórica”. Nesta sala o público é convidado a viajar pela história, de modo a descobrir como as aves ajudaram a escrever a Teoria da Evolução de Charles Darwin. Dentre os vários animais empalhados, há a ema, ave símbolo do RN. Outras exposições em cartaz são “Póstumos – Arqueologia do descaso” e “Anatomia Comparada”. Essas visitas serão registradas em tempo real para serem disponibilizadas no novo site do MCC, em 360º, de modo a que o público tenha acesso, em qualquer momento e lugar, às mediações realizadas na instituição, mesmo quando as exposições já tiverem saído de cartaz.

Semana de Museus no MCC quer praticar o tema deste ano e levará as exposições para visitação virtual no novo site
Semana de Museus no MCC quer praticar o tema deste ano e levará as exposições para visitação virtual no novo site

No fim de semana, o MCC recebe a 4ª edição da Feira de Fotografia, que vem com uma série de palestras, dentre as quais, “Fotografia e poesia”, “Nudez na fotografia”, no sábado (19), e “Fotografia de paisagem usando a técnica da longa exposição”, no domingo, além de outras. Essas palestras contam com inscrição no valor de R$ 20. Toda a programação no MCC acontece no período da tarde, sempre a partir das 13h.

Uma década de Cultura Popular na Ribeira
O Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão completa dez anos de atividades em 2018. O aniversário se dará somente no Dia do Folclore, 22 de agosto. Mas quem visitar a instituição até a sexta-feira (18), vai se deparar com uma série de atividades, como visitas mediadas, palestras, oficinas de xilogravura, cordel e poesia, além de apresentações musicais.

Museu Djalma Maranhão completa dez anos e reúne arte, artefatos e tradições da cultura popular
Museu Djalma Maranhão completa dez anos e reúne arte, artefatos e tradições da cultura popular

Na terça (15), às 9h, acontece oficina de xilogravura com artista plástica Leticia Paregas; às 13h, o cordelista Nando Poeta ministra palestra sobre a arte do cordel. Na quarta (16), às 14h, tem oficina de biscuit artesanal com o tema da cultura popular do RN. Na quinta (17), um dos destaques é a roda de conversa sobre a Arte Naif potiguar, às 10h. Na sexta (18), o encerramento da Semana no Museu Djalma Maranhão começará às 16h, com o grupo musical Fuxico de Feira, de repertório composto por baião, xote, coco, ciranda e forró.

O Museu de Cultura Popular conta com exposição única, a mesma desde sua inauguração. A ideia da mostra é conduzir os visitantes a um passeio pelas mais diversas manifestações populares do Rio Grande do Norte – único estado do Brasil que mantém vivo os quatro grandes autos populares (Boi de Reis, Fandango, Chegança e Congo). Segundo a diretora do museu, Odinélia Targino, a instituição tem uma média de mil visitantes por mês. No acervo existem 1500 peças de 400 artistas locais. As obras estão dispostas em eixos temáticos como a dança, artesanato, folguedos populares, joão redondo, cordel, pintura naif e até mesmo religiosidade.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários