Peixada bossa nova

Publicação: 2019-08-02 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Trilha sonora para o almoço tem que ser leve, suave, e harmonizar bem com o horário. Na Peixada do Cumpadre, em Candelária, pode-se dizer que a mistura está no ponto – e tem conhecimento de causa: é por lá que está tocando Manoel Xavier da Silveira, mais conhecido como Manoelzinho, o músico que durante 32 anos embalou as noites e madrugadas do restaurante Bella Napoli. Uma boa pedida para acompanhar os bem servidos pratos da casa.

O peixe frito com camarão, salada e pirão é carro-chefe da casa
O peixe frito com camarão, salada e pirão é carro-chefe da casa

Manoelzinho está embalando o salão da Peixada há três anos. Já houve algumas apresentações à noite, mas agora está fixo no almoço. “Tem um clima diferente tocar pela manhã. À noite as pessoas parecem estar mais alegres, dispostas a se divertir. No almoço elas estão mais sérias, talvez pensando no trabalho. O almoço é mais sossegado, é um momento gostoso”, explica o veterano das teclas, nascido em Governador Dix-Sept Rosado, região oeste do Estado.

Mesmo com a mudança radical de horário, o repertório de Manoelzinho continua o fino. Ele dá preferência a clássicos da música popular, jazz, bossa nova, e canções românticas em geral.  O pianista confirma que não é difícil um antigo cliente que o conhecia dos tempos da casa italiana do Tirol aparecer na Peixada e ficar surpreso ao reconhece-lo. “Já aconteceu muitas vezes. Foram mais de 30 anos, né? Mas sinto que as pessoas que não me conheciam de lá também curtem o som. Música sempre cai bem”, diz.

Entrada imbatível: casquinho de caranguejo e farofa acebolada
Manoel troca de horário, mas mantém o fino da bossa e jazz

João Maria Belmont, proprietário da Peixada, conta que já conhecia o Manoelzinho das noitadas no Bella Napoli. “Assim que o Napoli fechou, ele perguntou se eu tinha interesse em ter a música dele no meu restaurante. Claro que sim. Hoje, já virou uma marca registrada da Peixada também. O cliente gosta de ouvi-lo tocando. Dá um toque de classe no nosso almoço”, diz.

Manoel troca de horário, mas mantém o fino da bossa e jazz
Manoel troca de horário, mas mantém o fino da bossa e jazz

Os pratos para o almoço da Peixada são bem servidos. Segundo Belmont, entre os pratos mais pedidos estão a carapeba, em versão petisco ou refeição (com macaxeira, pirão e arroz), peixe frito ao molho de camarão, espaguete com frutos do mar, carne de sol (em versão picanha) com feijão verde e farofa d'água, além dos caldinhos (ova de peixe, camarão, peixe, e ostra), e o caranguejo no coco ou na água e sal. O menu da Peixada alterna iguarias do mar e pratos regionais.

Serviço:
Peixada do Cumpadre. Av. Prudente de Morais, 6767, Candelária (em frente à delegacia). Aberto de terça a sábado, das 11 às 23h, e domingo até 17h. Tel.: 3234-3473.




continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários