Pequeno sofre mais

Publicação: 2020-06-06 00:00:00
A+ A-
Luiz antônio felipe 
 laf@tribunadonorte.com.br

O desempenho da pequena indústria bate novo recorde negativo, com recuo de 4,1 pontos. O Índice de Desempenho da Pequena Indústria ficou em 27,1 pontos em abril, menor patamar da série histórica, o que mostra o impacto da pandemia de covid-19 no segmento. Os dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI) dão a dimensão da retração nas atividades, a situação financeira, os principais problemas, o nível de confiança e as perspectivas da pequena indústria. A retração foi sentida em todos os setores, com maior ênfase na transformação, com 17,7 pontos negativos e construção, queda de 15,7 pontos.

Encolhimento
A demanda veio abaixo, resultado das restrições impostas ao comércio, do isolamento e da piora da confiança dos consumidores, assumiu a primeira posição no ranking de principais problemas enfrentados pelas pequenas empresas da indústria de transformação”, destaca o relatório técnico do PPI. O índice aponta que as perspectivas da pequena indústria seguem pessimistas, 13,7 pontos abaixo da média histórica.

Carro
A venda de veículos tem queda de 75% em um ano, o pior maio desde 1992. Já as vendas de máquinas agrícolas disparam no país; negócios de colhedoras de grãos dobram. Já o ranking das vendas mostra um o avanço das picapes grandes. A Toyota Hilux segue na liderança. A vice-liderança está com a Fiat Toro.  Mas, a Ford Ranger já está acima da “imbatível” Fiat Strada.

Subida
A inflação pelo IGP-DI acelera alta a 1,07% em maio com impulso do atacado compensando queda no varejo, diz a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Já a inflação para famílias com renda até 2,5 salários mínimos recua mas permanece acima do IPC-BR. Caiu 0,30%, ficando 0,34 ponto percentual (p.p.) abaixo de abril. Com este resultado, o indicador acumula alta de 0,81% no ano e 2,59% nos últimos 12 meses.

Mercado
O dólar operou abaixo de R$ 5, em dia de dados positivos dos EUA. Encerrou o dia a R$ 4,98 uma queda acumulada na semana de 6,6%. O Ibovespa bateu nos 97 mil pontos, mas fechou em 94.637, com alta de 0,86%. O preço do barril de petróleo (spot) já beira os 40 dolares. Fechou ontem a US$ 39,07, um alta de 1,75%.  

Globalização em jogo
Estaria a globalização da economia correndo risco? Um estudo do governo chinês vê uma crescente onda de hostilidade à China. Um relatório, apresentado em detalhes aos principais líderes chineses, diz que o sentimento global anti-China está no maior nível desde 1989 e é liderado pelos Estados Unidos. Paira no ar ameaças e acusações dos EUA à China por conta da disseminação do coronavírus e, com isso, a tensão mundial está mais elevada. Vai haver uma rejeição aos produtos chineses? Mas, ontem as Bolsas asiáticas fecharam em alta com redução de receio de guerra comercial. Os mercados absorveram o impacto negativo de escalada de tensões entre EUA e China.

Emprego
Os Estados Unidos surpreendem e geram 2,5 milhões de vagas em maio. É o que se costuma dizer, tanto demite como contrata na mesma velocidade e facilidade. Na crise da pandemia as demissões chegaram a quase 40 milhões de pessoas. A expectativa agora é da retomada do consumo.

Exportações
Na expansão dos mercados globais, o Ministério da Agricultura e Pecuária revela que mais de 700 estabelecimentos já foram habilitados a exportar para 24 países. Desde janeiro de 2019, o Brasil abriu mais de 65 mercados para produtos agropecuários. O Nordeste quase não usufrui dessas exportações.

Registro
O Sistema Integrado de Produtos e Estabelecimentos Agropecuários (Sipeagro)) do Ministério da Agricultura e Pecuária chega a mil registros de estabelecimentos de produtos de origem vegetal. O cadastro é obrigatório para todo cidadão e empresa que processe, industrialize, beneficie ou embale produto de origem vegetal, com padrão oficial de classificação e para todo prestador de serviço de classificação vegetal.

Cursos
O Senac está com inscrições abertas para cursos técnicos EAD. Ao todo são 12 opções de formação com diploma reconhecido em todo território nacional. As inscrições vão até 15 de junho, para os cursos técnicos a distância do Senac EAD. As opções estão nas áreas de comércio, design, gestão, informática, meio ambiente, segurança e turismo.

Namorados
Para o Dia dos Namorados, O Boticário lança o Coffee Sense. A linha é 100% vegana e os frascos das colônias foram desenvolvidos usando vidro reciclado, o que significa 76,5 toneladas a menos de vidro no meio ambiente. Já os demais itens do portfólio são em embalagem de plástico vegetal.   






Deixe seu comentário!

Comentários