Pequenos negócios estão mais otimistas no RN

Publicação: 2013-11-13 00:00:00
DA AGÊNCIA SEBRAE RN

A proximidade do ciclo natalino influenciou diretamente no otimismo do empresariado potiguar, que atingiu patamares elevados em novembro. O Índice de Confiança dos Pequenos Negócios (ICPN) manteve tendência de alta e alcançou 125 pontos no Rio Grande do Norte, ficando quatro pontos acima da média nacional e igualando-se à média do Nordeste. O indicador reflete o sentimento dos proprietários de empresas com faturamento anual até R$ 3,6 milhões, o que representa aproximadamente 95% dos negócios do estado. Na região, otimismo potiguar foi o quarto maior, atrás apenas de Pernambuco (129), Alagoas (126) e Maranhão (126).

O ICNP é medido mensalmente pelo Sebrae, em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), e divulgado com base em informações apuradas no mês anterior. O indicador varia em uma escala que vai de 0 a 200. Acima de cem, o indicador revela tendência de expansão das atividades, enquanto abaixo desse valor direciona para possível retração. O objetivo da pesquisa é medir o impacto da conjuntura econômica nos pequenos negócios e as expectativas dos empresários.

“Estamos vindo de uma tendência de alta crescente. Em agosto, alcançamos 118 pontos. No mês seguinte, a confiança saltou para 121 pontos e agora 125”, analisa o superintendente do Sebrae no Rio Grande do Norte, José Ferreira de Melo Neto.