Perfil: Noilde Pessoa Ramalho

Publicação: 2010-12-27 09:40:00 | Comentários: 0
A+ A-
Por Eliana Lima

A professora Noilde Pessoa Ramalho nasceu em Nova Cruz (RN), no dia 19 de julho de 1920, filha de Odilon Amâncio Ramalho e Lucilla Pessoa Ramalho. Ingressou na Escola Doméstica em 1936, no 2º ano do Curso Doméstico, diplomando-se em 17 de novembro de 1939. Em março de 1945, assumiu a Direção da Escola Doméstica com apenas 25 anos de idade, na qual permaneceu e dedicou-se até o fim de sua vida.

Noide RamalhoFundadora do colégio Henrique Castriciano (1987) e da FARN (1999). À frente da Escola Doméstica, a senhora Noilde imprimiu, mais de meio século, a marca da eficiência, do trabalho, do amor ao ensino, por entender que a educação é um processo de mudança e aperfeiçoamento.

Entre outras realizações, inaugurou o pavilhão de puericultura, fundou a Associação das Ex-alunas, revalidou o curso doméstico de nível colegial. Recentemente, e criou a Faculdade Natalense para o Desenvolvimento do Rio Grande do Norte.

Exemplo de dedicação ao ensino, símbolo vivo de um modelo educacional, a história da Escola Doméstica de Natal confunde-se com a biografia de Noilde Ramalho. Na sua gestão tomou importantes decisões.

Entre elas: adequação do currículo da Escola ao ensino regular; a não incorporação à UFRN; a criação de uma escola mista, o Colégio Henrique Castriciano, e a idealização de uma faculdade, a FARN, aperfeiçoando
a vocação do Complexo para a formação completa do ser humano.

Atualmente, as três instituições possuem cinco mil alunos e oferecem uma educação de excelência desde o berçário até a pós-graduação.

Referendada por onde passava, a Professora Noilde Ramalho recebeu dezenas de comendas e homenagens. Destaque para a Medalha de Imperatriz Leopoldina, entregue pelo Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, em 1955; a Medalha de Pacificador, concedida pelo ministro do Exército no ano de 1965; a comenda da Ordem do Mérito do Estado do Rio Grande do Norte, no Grau de Grande Oficial, em 1999, e a comenda de Mérito Naval, conferida pelo Presidente da República, em 2003.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários