Pesquisa revela que brasileiros desejam monitoramento policial por câmeras de segurança

Publicação: 2016-10-26 16:05:00 | Comentários: 0
A+ A-
Os brasileiros consideram a implantação de câmeras de monitoramento integradas às centrais de polícia, para garantir segurança pública, como a melhor contribuição da tecnologia para o desenvolvimento urbano. É o que aponta pesquisa encomendada pela Instituto de Engenheiros Eletricistas Eletrônicos (IEEE) ao Instituto Datafolha. Entre as 10 opções de tecnologias apresentadas, mais de um terço dos entrevistados (36%) optou pela alternativa citada.
Um terço dos entrevistados consideram as câmeras de monitoramento como a melhor contribuição
'Semáforos inteligentes' e 'acessibilidade/apoio a deficientes físicos nos meios de transporte públicos' praticamente empataram em segundo lugar, com índices semelhantes (15% e 14%, respectivamente). Os entrevistados escolheram as opções 'internet sem fio em ruas e praças' e 'monitoramento de tráfego urbano em tempo real' em 8% dos casos; 'interação dos usuários com serviços de transporte público', em 7%; 'veículos elétricos', em 4%; 'identificação automática de veículos' e 'instalação de sensores em postes de iluminação' foram lembradas em 3% das entrevistas; e 'sistemas inteligentes para cobrança de passagens', em 2%.

Outro ponto abordado na pesquisa era sobre quais serviços deveriam receber mais investimentos em tecnologia. A saúde pública liderou as preferências da população, com 30% das indicações. Em seguida, aparecem segurança pública (23%) e educação (18%). Saneamento básico (8%), serviços de telecomunicação e conectividade (7%), transporte coletivo e mobilidade urbana (5%), iluminação pública (5%), fornecimento de energia elétrica (3%) e coleta de lixo (2%) fecham a lista.

O estudo sobre os recursos tecnológicos desejados pelos brasileiros para melhorar a qualidade de vida em suas cidades ouviu mais de 2 mil pessoas, de 130 municípios de diferentes portes, em 4 regiões do país.

A pesquisa quantitativa foi realizada com a abordagem pessoal dos entrevistados em pontos de fluxo populacionais, com aplicação de um questionário estruturado com cerca de 10 minutos de duração. O universo dos pesquisados incluiu população adulta brasileira, com 16 anos ou mais, de todas as classes sociais, em 130 municípios de pequeno, médio e grande porte.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários