PF encontra uma tonelada de cocaína em carga de frutas no Porto de Natal

Publicação: 2019-05-13 19:34:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Polícia Federal confirmou operação na tarde desta segunda-feira (13) no Porto de Natal que detectou aproximadamente uma tonelada de cocaína em carga de frutas que seguiria para a Holanda. Foi o terceiro caso de apreensão confirmado este ano no Porto da Capital. As primeiras ocorreram em fevereiro, quando mais de 3 toneladas da droga  foram encontradas em cargas de frutas que seguiriam para a Europa. A única empresa que faz o transporte de cargas de Natal para a Holanda, chegou a suspender as atividades em março, para que o porto melhorasse as ações de segurança. AS exportações foram retomadas em abril.

Pf faz apreensão em carga
Polícia Federal faz nova apreensão em carga de cocaína entre frutas que seguiriam para a Holanda

O tráfico internacional de drogas entre Natal e a Europa movimentou pelo menos 10,3 toneladas de cocaína em quatro meses. O principal destino foi o Porto de Roterdã, na Holanda, onde 7,5 toneladas foram interceptadas pela polícia do país em quatro operações e outras 3,2 toneladas foram apreendidas pela Polícia Federal no Porto de Natal, entre os dias 12 e 13 de fevereiro de 2019. Mas a Espanha também foi destino do tráfico. Em janeiro, a polícia espanhola interceptou 126 quilos de cocaína em cargas que saíram de Natal.

O porto de Roterdã é central na entrada de drogas na Holanda. O país é visto como ponto ideal para distribuir as drogas para toda a Europa pela posição geográfica e infraestrutura. Já a Espanha tem um histórico de apreensões que o põe como o segundo país europeu com mais histórico de droga. Em 2016 foram 15,6 toneladas encontradas,  segundo relatório do Observatório Europeu da Droga e Toxicodependência.

A movimentação financeira de 10,3 toneladas de cocaína é de pelo menos R$ 1,3 bilhão, segundo estimativa feita pela reportagem com base no relatório “A nova geração de narcotraficantes colombianos pós-FARC: 'Os invisíveis”, do centro de pesquisa sobre o crime organizado Insight Crime. O estudo considera que o quilo de cocaína na Europa vale US$ 35 mil.

Espanha
Uma quantidade menor de cocaína exportada pelo Porto de Natal também foi encontrada em portos da Espanha em janeiro deste ano, segundo a Receita Federal. Foram 126 quilos da droga empacotadas e armazenadas dentro de sacolas colocadas em contêineres. Essas não estavam camufladas entre as frutas, ao contrário da destinada à Holanda. A característica é considerada mais 'rudimentar' e mostra indícios de grupos diferentes operando no tráfico internacional.

A polícia espanhola já havia encontrado drogas em cargas de Natal em 2017. Foram 290 quilos interceptados no ano, também de cocaína. A apreensão é um indício de que o Porto de Natal é uma rota internacional há pelo menos dois anos.

No início da noite a Codern divulgou nota sobre a apreensão no Porto de Natal.

Veja nota na íntegra:
"A Polícia Federal (PF) realizou uma apreensão de drogas, nesta segunda-feira (13), no Porto de Natal, o que demonstra a eficiência da  própria PF em cooperação com a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN). Ressalta-se que o entorpecente foi detectado acondicionado no container, levando a crer que não foi inserido dentro da área portuária.

Além da PF, a CODERN facilita a operação integrada com a Receita Federal, Anvisa, Capitania dos Portos e Ministério da Agricultura.

Entre os focos da Diretoria da CODERN, está uma série de aprimoramentos na segurança do Porto de Natal de forma a recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE) e obtenção de um scanner.

Companhia Docas do Rio Grande do Norte"




Atualizada às 19:59h para acréscimo de informações






continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários