PIB e suas repercussões

Publicação: 2019-12-05 00:00:00
Luiz Antônio Felipe
laf@tribunadonorte.com.br

PIB e suas repercussões
O setor da construção está eufórico com o crescimento de mais de 4%  ajudando a  elevar o PIB brasileiro a 1¢em 2019. O setor do agronegócios, também. O consumo das famílias foi o carro-chefe da expansão. O desafio é manter esse crescimento daqui pra frente, especialmente, no primeiro trimestre de 2020, quando a atividade econômica em geral dá uma “refrescada”. Pra não ser “voo de galinha”, o PIB precisa de mais combustível com os investimentos públicos e a redução do elevado nível de desemprego.

OBSTÁCULO
O financiamento é um dos principais entraves para os negócios no Brasil. Diz a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), com base em um estudo inédito que comparou os custos de produção do Brasil com os de 36 países que integram a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento (OCDE).  O crédito é caro e também difícil.

Cotações
Mais um dia de leve oscilação no mercado em geral. Sem muitas novidades no cenário externo, dólar, euro, petróleo e a arroba do boi gordo permaneceram praticamente estáveis. Não teve nenhuma opinião ou discurso que pudesse mexer com os indicadores. O mundo econômico precisa de mais tempo para sinalizar novos rumos. O Ibovespa bateu recorde com 110 mil pontos.

Indústria
A indústria brasileira cresceu mais em outubro (0,8%), com a China puxando a produção de carne na indústria, destaca o IBGE. A produção industrial teve o 3º mês seguido de alta. Na série com ajuste sazonal da Pesquisa Industrial Mensal (PIM), divulgada ontem, o acumulando é de uma alta de 2,4% no período.

ENERGIA
A Echoenergia planeja investir R$ 1 bilhão em usina eólica no RN. O complexo terá 206 MW de capacidade e deve operar em 2022. Mais empregos e mais renda para o interior potiguar.

Ausência de projeto
A falta de conhecimento e, acima de tudo, a falta de um projeto executivo, por parte dos gestores, está na raiz de todos os males que acontecem nas obras públicas do Brasil. O desconhecimento causa erros e interpretações erradas e chega à opinião pública como desmandos e desvios, quando na verdade o problema é que o gestor desconhecia como deveria proceder.

DEBATE
O tema central do 13º ConstruBusiness - Congresso Brasileiro da Construção, promovido pela Fiesp, em São Paulo, tratou sobre obras paralisadas. As obras públicas inacabadas no país somam hoje 14 mil.

RELIGIÃO
Com o aumento da população muçulmana no mundo, crescem as oportunidades para empresas que querem exportar seus produtos com certificação halal, mostra um estudo. Atualmente, há 1,8 bilhão de muçulmanos no mundo de acordo com Instituto Americano Pew Research Center. Hoje, a maior população muçulmana está na Indonésia, com 235,875 milhões. Mas em 2060, a perspectiva é que a Índia ultrapasse os 300 milhões de muçulmanos, chegando a 333,090 milhões.

LEILÃO
O leileiro Francisco Doege anuncia licitação na modalidade presencial e onlie, tipo maior lance, para alienação de bens particulares, cujas características constam do Anexo I, parte integrante do Edital publicado no site www.lancecertoleiloes.com.br.O leilão será amanhã (6 de dezembro), com início às 10hs no escritório do leiloeiro, na rua Arthur Bernardes, Alecrim. Mais informações: (84) 99865-2897; (84)99171-6264; (84) 3223-4146.

LANÇAMENTO
A Riachuelo lança a coleção Barbie À La Garçonne. As marcas se unem em collab inspirada nos 60 anos da Barbie. Desenhada pelo estilista Alexandre Herchcovitch, À La Garçonne + Barbie + Riachuelo, chegou às lojas selecionadas por todo o Brasil e à loja online. Também está lançando produtos exclusivos na CCXP. A Mega Store de 540m² contará com 800 itens de todo o mix de produtos, incluindo o lançamento de livros.

GASTRONOMIA
Começa amanhã e vai até o dia 15, o Sabores da Pipa – Festival Gastronômico reúne culinárias de várias nacionalidades em um só lugar, com criações exclusivas de chefs renomados. Vai unir atrativos da gastronomia em bares, hotéis, ruas e restaurantes durante nove dias.