Cookie Consent
Economia
Plano de saúde sobe 2,99% no IPCA-15 e se torna item de maior impacto no índice
Publicado: 10:31:00 - 24/06/2022 Atualizado: 10:31:41 - 24/06/2022
Os gastos das famílias brasileiras com Saúde e Cuidados pessoais passaram de um aumento de 2,19% em maio para uma elevação de 1,27% em junho, contribuindo com 0,16 ponto porcentual para a taxa de 0,69% registrada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) deste mês, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Arquivo/Agência Brasil


O resultado de junho foi influenciado pela alta nos preços dos planos de saúde, que subiram 2,99%, item de maior impacto sobre a inflação, 0,10 ponto porcentual.

A alta nos planos de saúde é decorrente do reajuste de até 15,50% autorizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) em 26 de maio, com vigência a partir de maio de 2022 e cujo ciclo se encerra em abril de 2023, lembrou o IBGE.

"Desse modo, no IPCA-15 de junho foram apropriadas as frações mensais relativas aos meses de maio e junho", explicou o instituto, em nota.

Os produtos farmacêuticos também ficaram mais caros em junho, com alta de 1,38%, um impacto de 0,05 ponto porcentual no IPCA-15.

Estadão Conteúdo

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte