PMs cobram pagamento de diárias

Publicação: 2011-12-30 00:00:00 | Comentários: 1
A+ A-
O Governo do Estado ainda não fez o pagamento da diária operacional dos 1.200 policiais militares e bombeiros que trabalharam nos quatro dias do Carnatal. Cada diária custa R$ 50 e havia a promessa de que o pagamento seria feito logo após ao evento. “O Governo do Estado havia prometido que as diárias seriam pagas logo após o Carnatal. Na semana passada, a governadora desmentiu essa promessa, feita pelo comandante da PM cel. Araújo, e disse que o pagamento seria efetuado junto com o pagamento de dezembro. Mas o salário entrou hoje [ontem] e nada de diárias operacionais”, reclamou o presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Rio Grande do Norte (ACS PM/RN), Cabo Jeoás.

As diárias operacionais são um serviço extra, no qual o policial se disponibiliza a trabalhar no período de folga e não é obrigatória. O presidente da ACS/PM informou que, sem o pagamento, a Operação Verão e o esquema de segurança no Réveillon estão prejudicados. “O não pagamento deixou a categoria muito descontente e isso prejudicará a segurança no Réveillon e da Operação Verão, já que os policiais não estão se disponibilizando a trabalhar no horário de folga, em que poderiam descansar ou estar com sua família, sem receber”, afirmou Jeoás. “Os policiais militares não podem ser responsabilizados pelo fato do Estado não possuir um efetivo policial suficiente para trabalhar nas festas”, completou.

Na segunda-feira passada, coronel Araújo informou que as diárias operacionais seriam pagas até hoje. O anúncio foi feito na presença do secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), Aldair da Rocha, quando ambos falavam sobre a Operação Verão. Ontem, o comandante confirmou a informação. “A prioridade da Polícia é esse pagamento. Acreditamos que o dinheiro será depositado amanhã (hoje). No máximo, até a manhã (hoje) de amanhã, deverá estar na conta dos policiais”, disse. Cel. Araújo avisou ainda que o dinheiro das diárias da Operação Verão está garantido pelo Governo do Estado e a ação não será prejudicada. “Os únicos policiais que trabalharam no Carnatal foram alguns da capital. Não tem como prejudicar a Operação”.

Cabo Jeoás espera que o Governo do Estado resolva a questão o quanto antes. “O governo precisa ter atenção e compromisso com os policiais, principalmente, quando estes sacrificam o seu horário de folga, aumentando a sua carga horária, para prestar um serviço ao Estado e a população. Esperamos sensibilidade do governo em garantir esse pagamento até amanhã [hoje] para que os policiais trabalhem no Réveillon”, disse.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários

  • wesleyglaybson

    Fico atrás do que comentar sobre esse governo, mais é tanta coisa negativa que levaria o dia inteiro para escrever!. Um governo que não cumpre com a palavra, me diga ai o prestígio de um governo desse?? Oque podemos esperar de alguém que não tem palavra no que diz. Muitos policiais assim como eu, não estava lá porque gosto não, é porque preciso e principalmente somos obrigados. Daí, esperamos o pagamento sair logo após o carnatal, como foi prometido pelo COMANDANTE GERAL, sei até que não é culpa dele, mais é inadimicivél até uma data dessa nínguém ter recebido!!! Só tenho q pedir a Deus agora!