Poderosos no streaming

Publicação: 2020-10-18 01:00:00
Alex Medeiros
alexmedeiros1959@gmail.com 


Domingo para falar de super-heróis, aproveitando que na coluna de ontem expliquei em nota o lance de uma nova personagem da Marvel, chamada Mulher Maravilha, originária da Amazônia. Quem não leu, retifico: é uma aventura promocional, para abrir mercados, como já foi feito com heróis árabes e orientais. A verdadeira Wonder Woman está com sua nova revista nas bancas e estreia mais um filme em dezembro com a bela atriz Gal Gadot.

Mas a questão aqui é uma dica de lazer para quem gosta do tema e tem acesso aos serviços de streaming como Netflix, Amazon, Disney, HBO e Movistar+ (no IPTV). Há vários filmes e séries com super-heróis, disponíveis para os assinantes. Estão lá personagens memoráveis, efeitos visuais surpreendentes e roteiros fantásticos para prender sua atenção do início ao fim das aventuras. Tudo isso explica o enorme sucesso de produções assim.

Nos últimos anos, a Marvel fez vários filmes focados nos personagens principais de seu universo. “Capitã Marvel” é uma das suas produções mais recentes, com uma recepção muito boa na crítica especializada e no público.

Situado na década de 1990, o filme apresenta os primórdios da guerreira Carol Danvers (interpretada por Brie Larson) para se tornar uma das heroínas mais poderosas do universo Marvel Comics. O filme já está há dias na Movistar+.

Após os terríveis eventos que ocorreram na "Guerra do Infinito", o cosmo está em ruínas por causa de Thanos. Os super-heróis sobreviventes estão espalhados e devem resolver suas diferenças em "Vingadores: Ultimato".

O filme, dirigido por Joe e Anthony Russo, quebrou todos os recordes, se tornando a obra de maior bilheteria de todos os tempos na histórica do cinema, com 2,8 bilhões de dólares de arrecadação no mundo. Também na Movistar+.

Por causa da escuridão em sua trama e, principalmente, por ousar mostrar o lado mais humano de um herói, “O Cavaleiro das Trevas” marcou o Batman do cinema como o antes e o depois do filme de Christopher Nolan, de 2008.

Os vilões de Gotham City estão assustados desde o ressurgimento de Batman (na pele de Christian Bale) na cidade e decidem confiar no Coringa (Heath Ledger), um psicopata perigoso e obcecado pelo herói. Veja lá na Movistar+.

Lembra do planeta Kripton? Está à beira da destruição total e o bebê Kal-El é lançado ao espaço por seus pais numa nave que toma o rumo da Terra. Criado por um casal caipira, o garoto logo descobre que tem uns estranhos poderes.

É o Homem de Aço, o Superman interpretado pelo ator Henry Cavill e que irá enfrentar o vilão da zona fantasma General Zod, uma batalha já vista no filme de 1980 com o saudoso Christopher Reeve. Está disponível lá na Netflix.

Famoso por seu papel como Shane em The Walking Dead, o ator John Bernthal interpreta o ex-soldado Frank Castle, um cara durão faminto por vingança pelo assassinato da sua família. É o insano anti-herói O Justiceiro.

Na série, ele vai descobrir conspiração de altos funcionários do exército americano e durante a busca se bate com interesses poderosos e perigosos, o que o leva a deixar pelo caminho um rastro de sangue. Disponível na Netflix.

Por fim, pra quem tem HBO, a série Watchmen, baseada na HQ que já deu um filme e que ganhou adaptação do diretor Damon Lindelof (De Lost, lembram?). O novo trabalho foi um dos grandes vencedores do recente Emmys Awards.

Fanatismo
Enquanto a esquerda e a grande mídia defendem o escracho na imagem de Jesus e os cristãos reagem com parcimônia, na França um terrorista muçulmano decapitarou um professor que usou imagem de Maomé em aula.

País do avesso

Eldorado da bandidagem, com remissão de pena por leitura, prisão em última instância, auxílio-reclusão, progressão de regime, visita íntima, saída nos feriados, audiência de custódia, lei de abuso de autoridade. E mídia antiPolícia.

Cigarreiras
Na quinta-feira, uma reunião na Semurb com técnicos da Semsur, representantes de bancas de jornais e o presidente da Câmara, Paulinho Freire, discutiu um projeto de mix de conveniência e modernização dos alvarás.

Figurinhas

A queda na taxa de contágio tirou de casa as famílias que costumeiramente se envolvem nas coleções de figurinhas, voltando os encontros de troca-troca. Os álbuns mais vendidos aqui são Patrulha Canina, D.P.A. e Marvel 80 Anos.

Jingles
O ambiente de pandemia não conseguiu afetar a produção de material publicitário na campanha eleitoral, inclusive as musiquinhas de candidatos. O compositor Babal, como sempre, é um dos mais procurados para produzi-las.

Decepção

Crítico agressivo de Jair Bolsonaro e Donald Trump, o jornalista Ricardo Noblat tem se surpreendido semanalmente com os resultados das enquetes que faz no Twitter. Os índices positivos dos presidentes são sempre acima dos 70%.

Biografia

Chegou ao Brasil o livro que conta a história da mítica banda inglesa Oasis, encerrada após a briga dos irmãos Liam e Noel Gallagher. Escrito por Paolo Hewitt, “Voando Alto – As Aventuras do Oasis” saiu pelo selo Belas Letras.

Vinil

Cresceu bastante em Natal o comércio de discos em vinil, principalmente as velhas edições. Os diversos sebos da cidade conseguem negociar unidades por R$ 30, R$ 50 e até acima de R$ 100, preços acima do auge dos CDs.






Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.