Cookie Consent
Natal
Polícia Civil identifica suspeito de estuprar criança em banheiro de shopping
Publicado: 17:08:00 - 28/07/2022 Atualizado: 18:04:56 - 28/07/2022
A Polícia Civil identificou o suspeito de estuprar um menino de 10 anos dentro de um banheiro de shopping de Natal. A informação foi confirmada pela delegada Igara Rocha, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). De acordo com a delegada, o homem já respondeu por dois inquéritos policiais envolvendo o mesmo crime em investigação: estupro de vulnerável. Os outros casos aconteceram em 2012 e 2017, também com crianças como alvo, segundo a delegada.
Divulgação
Delegada Igara Rocha, titular da DPCA

Delegada Igara Rocha, titular da DPCA

Apesar da identificação, o suspeito ainda não foi preso. Por isso, a Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, que possam auxiliar na identificação dos suspeitos, por meio do Disque Denúncia 181 ou pelo WhatsApp: (84) 98133-0582.

A delegacia chegou ao suspeito após denúncias anônimas. "Nós recebemos várias denúncias, inclusive fotos. Já existe identificaçção deste investigado. Após um levantamento por uma equipe de investigação, nós pudemos verificar que ele respondeu por dois inquéritos policiais", afirmou a delegada Igara Rocha. 

Ela também informou que nos dois casos, o homem chegou a ser preso em flagrante, mas posteriormente foi posto em liberdade. A identidade do suspeito não foi revelada para não atarapalhar as investigações da Polícia Civil. As diligências sobre o caso continuam e mais detalhes não foram divulgados.

O crime

O crime aconteceu no dia 9 de julho, um sábado. Por volta das 18h30, o suspeito aproveitou que uma criança de 10 anos de idade estava sozinho em um banheiro, forçou a porta e, após adentrar o local, obrigou o menino de 10 anos a fazer sexo oral nele. Após o ato, ele ameaçou a criança caso ela contasse algo para alguém. 

O pai da criança, contudo, notou que o filho estava estranho e o questionou. O menino falou sobre o que aconteceu e, imediatamente, o pai acionou os seguranças e foi em busca do criminoso. Porém, ele não foi encontrado.
Reprodução
O suspeito entrou com uma camisa de cor escura e saiu com uma de cor clara do banheiro, após 32 minutos

O suspeito entrou com uma camisa de cor escura e saiu com uma de cor clara do banheiro, após 32 minutos

Com as imagens de segurança em mãos, o homem pai da criança acionou a Polícia Civil. No vídeo, ficou claro que o homem permaneceu 32 minutos no banheiro e saiu vestindo outra camisa (ele entrou com camisa escura e saiu com uma camisa de cor clara. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte