Polícia fechou nove estabelecimentos que não cumpriram toque de recolher em Natal

Publicação: 2021-03-08 12:03:00
O primeiro fim de semana com a vigência do toque de recolher no Rio Grande do Norte foi de trabalho para as forças de segurança. Foram registrados termos circunstanciados de ocorrência em Natal e no interior do estado entre sábado e o domingo (7), além do fechamento de nove estabelecimentos que estavam funcionando após fora do período permitido e pessoas que estavam em aglomerações.
Créditos: CedidaBairros de Natal ficaram com pouca circulação na noite do sábado devido ao toque de recolherBairros de Natal ficaram com pouca circulação na noite do sábado devido ao toque de recolher

De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) foram nove TCOs registrados. Em Nísia Floresta, por exemplo, seis homens foram flagrados consumindo bebidas alcoólicas em via pública após as 20h no sábado. No mesmo dia, o proprietário de um balneário em Patu foi autuado devido ao funcionamento com pelo menos 30 pessoas, causando aglomeração. No mesmo dia, duas pessoas foram autuadas em Messias Targino por estarem com os bares funcionando após o toque de recolher, dois foram conduzidos à Delegacia de Polícia por desobediência em Várzea, mesmo motivo que outro TCO foi registrado em Baía Formosa.

Ainda no sábado, em Natal, cinco estabelecimentos foram fechados, assim como foi necessária uma intervenção para impedir o acesso à orla de Ponta Negra.

Já no domingo, mais quatro estabelecimentos foram fechados e duas pessoas autuadas em Natal pelo descumprimento do toque de recolher integral, o mesmo acontecendo em São Paulo do Potengi, onde foi registrado um TCO por desobediência, e outro em São Fernando, onde 13 pessoas foram enquadradas também por desobedecer ordens da polícia relacionadas aos decretos para distanciamento social.

Semurb

No primeiro fim de semana após a publicação do novo decreto da Prefeitura de Natal com as novas regras para a prevenção ao contágio pela covid-19, a movimentação foi considerada tranquila pela fiscalização municipal nas quatro zonas da cidade. Do sábado (6) para o domingo (7) foram lavrados pela Secretaria Municipal de meio Ambiente e Urbanismo seis autos de infração e emitidas duas notificações para bares e restaurantes, que funcionavam após o novo horário permitido, até às 21h. Além disso, três  paredões de som foram apreendidos.

O novo decreto foi publicado no sábado (6) e determina que bares e restaurantes podem funcionar todos os dias da semana até 21h. Enquanto que as lojas de conveniência podem abrir das 6h às 21h.  Já os shoppings centers e suas praças de alimentação, das 9h às 20h.  E por fim o comércio com portas para rua como as galerias comerciais e centros comerciais, de segunda a sábado, das 8h às 18h. A orla continua fechada nos fins de semana.