Cookie Consent
Natal
Polícia investiga suspeita de negligência no caso da jovem Thais Araújo
Publicado: 00:00:00 - 23/01/2018 Atualizado: 16:06:09 - 24/01/2018
Nathália Campero
Repórter

A morte da jovem Thais Araújo, de 22 anos, grávida do segundo filho, durante a realização de uma cirurgia cesariana no Hospital Regional de Currais Novos neste sábado (20) está sendo investigada pela Polícia Civil. O motivo é a suspeita de negligência médica. De acordo com o Delegado Paulo dos Santos Ferreira, responsável pelo caso, o inquérito foi instaurado nesta segunda-feira (22) e deve ser concluído em até 30 dias.

Facebook
Thais Araújo morreu no sábado durante cesária de urgência. O bebê deve receber alta médica hoje

Thais Araújo morreu no sábado durante cesária de urgência. O bebê deve receber alta médica hoje


Thais Araújo morreu no sábado durante cesária de urgência. O bebê deve receber alta médica hoje

Nas redes sociais, um dia antes de falecer, Thais fez diversas postagens reclamando do atendimento recebido na unidade hospitalar e questionando os procedimentos adotados. “Senhor, eu não entendo esses médicos. Mandam você fazer uma coisa depois é outra. Diz que é pra ir pra Santa Cruz que você vai ter bebê lá, aí chega outro médico e não autoriza (...) Não sei o que eles querem esperar mais (...) Até onde eu sei uma mãe perdendo líquido, o bebê fica sem oxigênio, mas entreguei em suas mãos Senhor Jesus. Protege a mim e ao meu filho", escreveu.

Segundo o tio da jovem, Antônio dos Santos, ela teria dado entrada no hospital várias vezes durante a semana se queixando de perda de líquido amniótico, responsável por proteger o feto durante a gestação. Mas, a cada visita à unidade, Thais recebia soro e era encaminhada para casa. Na sexta-feira (19), ela teria ido a unidade e recebido a notícia de que seria encaminhada para o Hospital Regional de Santa Cruz para realizar o parto, devido a falta de médico anestesista em Currais Novos. No entanto, o encaminhamento não foi autorizado e a jovem voltou para casa.

Ainda de acordo com a família, no sábado de manhã, Thais retornou ao hospital e novamente recebeu soro, o que os médicos teriam orientado a ser feito até a segunda-feira (22). Mas, durante a tarde, a jovem começou a sentir muitas dores e teve que retornar à unidade. Durante a noite, o procedimento cirúrgico para o parto foi iniciado e resultou na morte de Thais. O bebê, um menino, está vivo e deve receber alta médica nesta terça-feira (23). 

Facebook
Na sexta (19), Thais fez postagens reclamando do atendimento

Na sexta (19), Thais fez postagens reclamando do atendimento


Na sexta (19), Thais fez postagens reclamando do atendimento

Sesap apura fatos
O corpo de Thais foi liberado ontem pelo Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) em Natal e velado no cemitério Nossa Senhora de Fátima em Currais Novos. A jovem era solteira e além do filho recém-nascido, deixa uma filha de quatro anos. Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) informou que está apurando os fatos e após o resultado da autópsia, o hospital realizará uma avaliação detalhada  para tomar das devidas providências.

Com a denúncia dos familiares e a abertura do inquérito policial, a direção do hospital, a equipe médica envolvida e os familiares devem ser ouvidos na Delegacia de Currais Novos. Segundo o delegado responsável pelo caso, o prontuário médico da paciente e o laudo com a causa da morte já foram solicitados.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte