Polícia prende suspeito de ter matado e queimado corpo de vítima no interior do RN

Publicação: 2020-07-03 14:40:00
A+ A-
Uma investigação da 5ª Delegacia Regional de Polícia Civil chegou a um dos suspeitos de ter matado um homem de 29 anos, em Alto do Rodrigues, na Região do Vale do Açu. O suspeito, de 26 anos, foi preso nessa quinta-feira (2), em Taipu, no Leste Potiguar. O crime pelo qual ele é apontado como um dos autores ocorreu no último sábado (27). A vítima, após ser morta com um disparo de arma de fogo, foi queimada pelos criminosos.

A Polícia iniciou a investigação desde que a família de Arlanio Hilário de Almeida, o homem executado, registrou um Boletim de Ocorrência pelo seu desaparecimento, no último sábado. O corpo da vítima foi encontrado próxima ao Parque de Vaquejada de Alto do Rodrigues, na última segunda-feira (29). O delegado responsável pelo caso, Sandro Régis, disse que o suspeito foi encontrado fugindo em direção a Natal.

“Avançamos nas investigações e descobrimos que o principal suspeito pelo crime estava fugindo para Natal, nesta quinta-feira. Em um esforço conjunto, as equipes localizaram o suspeito em um van na cidade de Taipu. Ele foi conduzido até a Delegacia de Macau para prestar informações sobre o crime e confessou que a morte foi efetivada com a ajuda de um comparsa. Ele também indicou a casa onde estava morando”, detalhou o delegado Sandro Régis.

Os policiais civis foram até a residência alugada pelo suspeito, na cidade de Alto dos Rodrigues, com o intuito de localizar a arma do crime. No local, foram apreendidas munições, drogas e uma balança de precisão. “Nós autuamos o suspeito em flagrante pelos crimes de posse de munição e tráfico de drogas e associação para o tráfico”, afirmou o delegado.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito alegou em depoimento que decidiu matar Arlanio Hilário porque ele estaria “dando em cima” de sua namorada. A dupla levou a vítima para um matagal e efetivou os disparos por volta do meio-dia do sábado. No período da noite, ele decidiu voltar ao local do crime com outros companheiros e lá jogaram palhas em cima do corpo e queimaram.

O suspeito foi indiciado pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver.


Com informações da Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN