Cookie Consent
Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), em conjunto aos policiais penais do Presídio Estadual Rogério Coutinho Madruga (PV 5), prenderam em flagrante, nesta quinta-feira (30), três suspeitos de integrar organização criminosa. Foram presos: os internos Mayksamy dos Santos Pontes, mais conhecido como "Makita", e Carlos Alessandro Teixeira Feliciano, mais conhecido como "Sandro Beiço", e a advogada Raivania Vanessa da Silva.

Divulgação


A advogada foi flagrada repassando recados ligados a uma organização criminosa para os internos, bem como transcrevendo recados dos internos para faccionados fora do presídio. Os três foram conduzidos para a DEICOR. O representante do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), órgão do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), acompanhou o procedimento flagrancial. Nos bilhetes continham recados para chefias de uma organização criminosa que estavam na rua, tratando de assuntos relacionados a crimes.

A DEICOR já estava investigando essas condutas criminosas, de forma integrada aos policiais penais do Presídio Estadual Rogério Coutinho Madruga (PV 5). Ao delegado da DEICOR, a advogada relatou que recebia R$ 250,00 por recados repassados e que, no entender dela, não havia nada de ilícito, quando as famílias a contratavam. A DEICOR continuará com as investigações para que esse tipo de crime seja punido. 

Essa é mais uma ação integrada à operação HÓRUS do programa V.I.G.I.A. da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e da Segurança Pública (SEOPI/MJSP). A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181, ou dos números da DEICOR: (84) 3232-2862 e/ou (84) 98135-6796 (WhatsApp).

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte