Policiais do 5º BPM paralisam patrulhamento com viaturas

Publicação: 2011-10-28 11:32:00 | Comentários: 6
A+ A-
Os policiais militares do 5º BPM paralisaram o trabalho nas viaturas na manhã desta sexta-feira (28). Os policiais alegam que não podem dirigir os veículos, pois, segundo o Código Nacional de Trânsito (Contran), os condutores precisam ter um curso específico para guiar veículos usados para atender a situações de emergência de emergência. O batalhão atende à região Sul da capital.

Segundo o coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, comandante da Polícia Militar, viaturas da Polícia de Choque e da Polícia Feminina foram redistribuídas para dar suporte ao policiamento de rua na zona Sul. O coronel afirma que as viaturas não se enquadram na categoria de veículos de urgência, como prevê o Contran.
Segundo o coronel Araújo, comandante da PM, viaturas da Polícia de Choque e da Polícia Feminina foram redistribuídas para dar suporte ao policiamento
Os carros estão sendo deixados na companhia, e parte desses policiais em serviço realizam policiamento a pé. O coronel Francisco Araújo tem visitado, na manhã de hoje, os batalhões para dialogar com os policiais. Ele acredita que o problema será solucionado ainda nesta sexta.

Apesar da afirmativa de Araújo de que apenas o 5º Batalhão está paralisado, policiais que estão na rua afirmam que os PMs do 3º também cruzaram os braços.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários

  • www.van.com.br

    caro lluisfigo@. não me importo com qual vts os pms vão andar,não me importo com isso,isso não é problema meu. agora sobre se eu fui corno,sinceramente naum sei dizer mas de uma coisa tenho certeza,se fui já dei o troco antes de ser.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e muitas vxz por sinal. passa bem rapaz!

  • policial.1000

    O 3º BPM (parnamirim) também, não está funcionando como deveria. O governo trata os policiais dessa forma porque eles não podem fazer greve devido ao regulamento da época da ditadura militar ao qual são regidos, mas não podem viver pra sempre como escravos da ditadura. Isso tem que acabar. Todos os trabalhadores querem ser valorizados e princpalmente quem arrisca a propria vida para proteger pessoas que não conhecem. Isso é de uma dignidade imensurável. Há os maus profissionais como em todos os setores da sociedade e cabe a instituição e o estado fiscalizar, punir e expulsar, mas que a categoria de uma maneira geral tem que ser valorizada isso é indiscutível.

  • lluisfigo

    ao senhor www.van.com.br,realmente vc tem razão,nada de land rover nem astra pra policia,tem que comprar fusquinhas,praq quando vossa excelencia precisar da policia,o fusquinha chegará 10 dias depois.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk é cada babaca que aparece,vá procurar o que fazer www.van.babaca.com.kkkkkkkkkkk levou chifre de um "puliça" foi?kkkkkkk mané.

  • poli.pipa

    policial nenhum acho q vive só do salário de q recebem!!! e quem perde com isso mais uma vez ???? os outros(nós)!! poís não trabalham felizes e na maioria fazem bicos!! e ainda uns poucos q usam o ¨poder¨ para extorquir....se recebem uma média de 3200 R$ seria um salário meio justo....um deputado ganha 25,000...ABSURDO!!

  • maximusou

    Parabéns PM'S, os que estão contra o movimento ou são apadrinhado do governo, ou algum maconheirozinho que conheceu o bastão!

  • nerivanj

    Não tem muita diferença, trabalhando ou não ninguem ver policia na rua, e quando é chamada não chega.