Poloneses investirão no estado

Publicação: 2017-12-06 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Empresários poloneses da rede de hotéis de luxo Six Senses se reuniram nesta terça-feira, 5, com o governador Robinson Faria. Eles anunciaram que irão investir 1,5 bilhão de dólares na construção de empreendimentos hoteleiros em Baía Formosa, no litoral Sul do Rio Grande do Norte. O início da construção do empreendimento, que deverá ocupar uma área de cinco hectares, está prevista para 2019.

O detalhamento das intenções comerciais e de exploração turística foi feito embaixador da Polônia no Brasil, Andrzej Braiter, e por uma comitiva de investidores poloneses. Ao todo, serão dois resorts e uma vila de casas de alto padrão. Os poloneses assinalaram que a primeira fase do negócio deverá consumir investimentos de 400 milhões de dólares. O valor restante, até o somatório de 1,5 bilhão de dólares, será investido de acordo com o prosseguimento das obras.

Durante a apresentação do projeto foi informado que a licença prévia de viabilidade ambiental já foi liberada pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema). “Agora, os investidores estão discutindo o projeto executivo com o órgão para dar entrada na licença de instalação”, disse o diretor-geral do Idema, Rondinelle Oliveira.

Piotr Maj, chefe de gerenciamento de projetos da Gremi International, uma das empresas investidoras do hotel, afirmou que o empreendimento  terá espaços para spas, atividades esportivas, campo de polo, pesca, planetário, além de um centro de proteção de tartarugas. “Nosso projeto é totalmente focado na preservação da natureza e da ecologia. A partir dessa construção, Baía Formosa entrará no roteiro de lugares seletos no mundo para esse público específico de alto padrão”, contou.  Estão previstas, em média, 400 novas vagas de empregos diretos e quatro mil indiretos quando do funcionamento integral do complexo turístivo. “O benefício do investimento não ficará apenas em Baía Formosa, mas se estenderá a cidades vizinhas”, pontuou o presidente da Gremi International, Greg Hajdarowicz. O representante do conselho administrativo da rede Six Senses, Wolf Hengat, ressaltou que a empresa passou anos buscando um local ideal no Brasil para a instalação do novo empreendimento.

“Será o primeiro Six Senses das Américas. Já visitei 110 países e tenho 50 anos de experiência em rede hoteleira e posso garantir que Baía Formosa é um local único. Precisei ver de perto para acreditar na tamanha beleza do lugar”, declarou.

O secretário de Turismo do RN, Ruy Gaspar, assegurou que “esse é sem dúvida o maior investimento no turismo da história do Rio Grande do Norte. Esse grupo que é o número um do mundo nessa área vai abrir um mercado que ainda não existe no país. Com isso, vai atender um público exigente, de alto padrão, e que com certeza vai querer conhecer outras cidades e belezas naturais do estado”.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários