Potiguar atacado por tubarão ainda está em estado grave

Publicação: 2018-04-17 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O estado de saúde de Pablo Diego Inácio de Lima, de 34 anos, ainda é considerado grave pela equipe médica do Hospital da Restauração, onde o natalense atacado por um tubarão no último domingo (15) está internado. A assessoria de imprensa do hospital informou que, ao longo da tarde desta segunda-feira (14), Pablo Diego evoluiu bem e já respira sem a ajuda de aparelhos, embora ainda permaneça na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A grande preocupação dos médicos é relacionada à infecção devido às mordidas do tubarão, que carrega bactérias nos dentes.

Pablo Diego durante o socorro, após ataque de um tubarão na praia de Piedade
Pablo Diego durante o socorro, após ataque de um tubarão na praia de Piedade

Na tarde de ontem, por volta das 15h30, Pablo Diego recebeu a visita da mãe, Darlene Inácio de Melo, de 55 anos, e chegou a pedir desculpas à mãe pelo incidente, conforme revelou à TRIBUNA DO NORTE Darleide Inácio de Melo, tia de Diego. O potiguar é a 64ª vítima de ataque de tubarão nas praias de Pernambuco.

Em Recife desde a madrugada desta segunda-feira (16), Darlene Melo, técnica em laboratório aposentada, pede ajuda para se manter na capital pernambucana ao lado do filho. Aflita, a aposentada afirma que, por não ter recebido o 13º salário do Estado, não está em condições de se manter em Recife e que chegou na cidade com apenas 35 reais na carteira.

“Meus amigos de Natal estão fazendo uma cotinha para me mandar um dinheiro, mas eu peço que quem puder me ajudar, por favor, ajude”, disse à imprensa pernambucana. Ela conta ainda que a última vez que havia falado com o filho foi há cinco dias e que ficou sabendo do incidente por meio do serviço social do Hospital da Restauração.

Pablo Diego, de 34 anos, teve a perna direita amputada e foi submetido a uma revascularização nos braços
Pablo Diego, de 34 anos, teve a perna direita amputada e foi submetido a uma revascularização nos braços

De acordo com a assessoria de Comunicação do Hospital da Restauração, o serviço social da unidade está providenciando maneiras de ajudar a natalense, além de que diversas pessoas se mostraram solidárias à mãe de Diego ao ver a situação no hospital. “Não sei nem onde vou dormir, mas só saio daqui quando meu filho melhorar”, concluiu a aposentada.

O caso
Pablo Diego Inácio de Melo, de 34 anos, foi atacado por um tubarão no último domingo (15) na praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes. O local que Diego estava nadando, à altura da igrejinha do bairro, é o de maior incidência de ataques em Pernambuco, somando 11 vítimas, de acordo com levantamento do Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit).

Natural de Natal, Pablo era vendedor ambulante em ônibus e metrôs de Recife, por meio de espaços para reabilitação de dependentes químicos, ligados à Igreja Evangélica. Diego, como é chamado pela família, havia trabalhado até o meio-dia e estava próximo à praia, quando o caso aconteceu, de acordo com a tia dele, Darleide Melo. Morador da praia de Tabatinga, em Nísia Floresta, Pablo Diego é casado e tem cinco filhos. Pablo Diego passou por duas cirurgias desde que foi resgatado: uma que resultou na amputação de sua  perna direita e outra que tratou da revascularização nos braços.

Serviço
Como ajudar a Darlene Inácio de Melo, mãe de Pablo Diego;

Agência: 2874-6

Conta-corrente: 1373-0

Banco do Brasil


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários