Potiguares querem voos mais altos

Publicação: 2017-01-01 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Na próxima terça-feira, o ABC faz a sua estreia na Copa São Paulo de Futebol Júnior, contra o Atibaia/SP, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, às 13h (no RN). O Alvinegro conquistou a vaga depois de se sagrar campeão estadual sub-19, ao derrotar o Alecrim, na grande final. Na disputa de 2016, a equipe abecedista conseguiu passar de fase como um dos melhores segundos colocados, mas fez apenas dois pontos na primeira fase, com dois empates em três partidas. Na segunda fase, derrotou o Vitória/BA, por 3x2, mas acabou sendo eliminado na terceira fase da disputa, ao ser derrotado nos pênaltis para o Rondonópolis/MT.
O ABC,de Gilmar Oliveira, vai tentar superar a campanha de 2016, quando avançou até a terceira fase masacabou eliminadonos pênaltis
Mas, a expectativa do técnico Gilmar Oliveira, espera que o clube possa surpreender, mais uma vez, nessa atual edição da Copa São Paulo e que avance mais na disputa do que no ano passado.  “Fizemos uma boa preparação e todos estão conscientes de que temos um grupo muito forte pela frente. O Vitória/BA é uma realidade nas categorias de base e o Atibaia também vem forte. Já tive informações do nosso primeiro adversário. Mas, estamos esperançosos em fazer uma grande Copa São Paulo, como fizemos em 2016 e, quem sabe, melhorar a nossa participação”, afirmou o comandante abecedista.

No final de novembro, foi disputada a Copa do Nordeste sub-20 e o ABC foi um dos representantes potiguares naquela competição, ao lado do América. E, o Alvinegro não conseguiu passar da primeira fase, com apenas uma vitória e duas derrotas em três partidas disputadas. Mesmo com o rendimento abaixo do espero, Gilmar Oliveira tirou boas lições e viu o que pode ser melhorado na equipe para a competição que vai ser disputada em São Paulo.

“Encaramos um grupo muito forte na Copa do Nordeste. O Coruripe, Ceará e Americano e esses dois últimos foram os finalistas da competição. Agora, o diferencial deles é que jogaram com uma equipe mais velha, com atletas que nasceram em 1996. E nós optamos por levar atletas mais novos. E nosso objetivo era fazer uma observação melhor de todos os atletas, para podermos definir o grupo que iria viajar para São Paulo”, explicou.

Na edição desse ano da Copa São Paulo, a fórmula de disputa foi alterada. Como o número de participantes aumentou, agora todos os primeiros e segundos colocados de cada grupo, passam de fase. Ao contrário das edições anteriores, que só os primeiros colocados e os 15 melhores segundos avançavam. Mesmo com essa novidade, Gilmar sabe que competir com times com um poder maior de investimento é complicado.

“Fazer esse tipo de comparação é muito desigual. O Vitória da Bahia investe R$ 16 milhões por ano em suas categorias de base. O Atlético/GO subiu para a série A e a equipe do Atibaia vem investindo muito, seja por meio de empresários ou pelos seus dirigentes. Eles fizeram muitos amistosos com equipes fortes, com algumas equipes que jogam o campeonato paulista. Em compensação, nossa equipe já tem experiência na Copa São Paulo e vai com muita consciência do que quer fazer na competição, que é passar entre os dois primeiros colocados. Mas, sabemos que o grupo que vamos enfrentar é muito complicado”, previu.

Do elenco que viajou para São Paulo, alguns atletas já tiveram a oportunidade de integrar o elenco profissional do ABC, como foram os casos do zagueiro Vinícius e do lateral esquerdo Luiz Felipe. Uma experiência válida para os atletas que ainda tem idade de disputar outra Copa São Paulo.

“O Vinícius e o Pedro Igor tiveram oportunidades de treinar com a equipe profissional. O Luiz Felipe fez alguns jogos como profissional e isso, com certeza, vai nos ajudar dentro da competição. E o melhor, é de que todos estão com o mesmo pensamento de fazer uma grande Copa São Paulo, passar dessa primeira fase e buscar uma classificação melhor”, afirmou Oliveira.

Alecrim quer apagar má campanha de 2014
Quem também vai disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior, representando o Rio Grande do Norte, é o Alecrim, vice campeão estadual sub-19. E a equipe verde está no grupo 3 e estreia na competição contra o forte Botafogo/RJ, na próxima terça-feira, às 20h (no RN), no estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto, sede dessa chave. Os outros integrantes são o  Rio Preto/SP e Sergipe/SP, adversários seguintes do Alviverde na disputa.  A expectativa da comissão técnica do clube é apagar a má campanha na última participação do time na copinha, que aconteceu em 2014. Naquela ocasião, foram três derrotadas nas três partidas disputadas.
O Alviverde, que está na estrada a caminho de São José do Rio Preto, quer surpreender na Copa São Paulo e avançar de fase
O técnico do Alecrim sub-19, Edson Alves, revelou que estudou os adversários dessa primeira fase, principalmente o Botafogo, que é o atual campeão carioca e brasileiro da categoria sub-20. “Vi alguns vídeos do Botafogo e tenho conhecimento do Sergipe e algumas informações. Fui bicampeão sergipano como jogador. O São José, realmente, não conheço e temos poucas informações. Mas, como sempre digo, a nossa equipe está bem preparada. Sabemos das dificuldades que iremos enfrentar, principalmente contra o Botafogo, que já vem disputando algumas competições ao longo do ano. Se tivermos um grande resultado na estreia, contra a equipe carioca, tenho certeza de que iremos em busca dessa classificação”, afirmou Alves.

Uma das principais dificuldades que a equipe potiguar vai enfrentar, é fora de campo. Como o clube não conseguiu um parceiro para ajudar o time, os atletas e comissão técnica vão fazer a viagem até São José do Rio Preto de ônibus. Serão três mil quilômetros de percurso. A delegação deixou Natal na última sexta-feira, passou a noite de Réveillon na estrada e só deve chegar na cidade-sede amanhã, véspera da estreia alecrinense na Copa São Paulo.

COPA SÃO PAULO
Veja os dias e horários das partidas de ABC e Alecrim

GRUPO 03
03/01 (terça-feira) – 20h (no RN)
Botafogo/RJ x Alecim
05/01 (quinta-feira) – 17h (no RN)
Rio Preto/SP x Alecrim
07/01 (sábado) 16h (no RN)
Alecrim x Sergipe/SE

GRUPO 12
03/01 (terça-feira) - 13h (no RN)
Atibaia/SP x ABC
05/01 (quinta-feira) – 15h (no RN)
ABC x Vitória/BA
07/01 (sábado) 13h (no RN)
Atlético/GO x ABC

MUDANÇAS
Nesta edição, cada técnico poderá fazer até seis trocas durante as partidas. Para que não haja impacto no tempo de bola rolando, as alterações deverão ser feitas em até três paradas.  Essa mudança foi adotada pela FPF após conversas com profissionais das categorias de base e com o MFFB (Movimento de Formação do Futebol Brasileiro). O torneio é de tiro curto: começa em 2 de janeiro e termina em 25 de janeiro. A decisão, como tradição, acontece no Pacaembu.


Deixe seu comentário!

Comentários