Potiguares vão às ruas para acompanhar desfile cívico-militar; veja vídeo

Publicação: 2019-09-07 08:52:00 | Comentários: 0
A+ A-
Mesmo com o tempo chuvoso, centenas de pessoas já se encontravam reunidas nos arredores da Praça Cívica de Natal para o desfile cívico-militar em celebração ao Dia da Independência do Brasil. O desfile teve início às 8h40, com a autorização da governadora Fátima Bezerra. O prefeito de Natal, Álvaro Dias, também participa da cerimônia.
Escolas também participam de desfile na Praça Pedro Velho
Escolas também participam de desfile na Praça Pedro Velho

Esse ano, o desfile é promovido pela Força Aérea Brasileira. A edição deve contar com 2.750 participantes, de 18 escolas das redes pública e privada de Natal, além de outras 15 instituições cívicas. Ao todo, 1.500 militares das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica) estarão envolvidos na celebração, que também vai contar com o auxílio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e STTU. O desfile motorizado vai contar com 190 veículos, e a expectativa é que a cerimônia seja encerrada às 11h.
.
De acordo com o tenente-coronel Barbosa, da Força Aérea, a expectativa é de um grande público, mesmo com o tempo chuvoso. “Apesar da chuva, organizamos tudo com muito zelo e cuidado para termos um bom desfile e que atenda as expectativas”, afirma.
.
A aposentada Gisélia Francisca, de 60 anos, veio, pela primeira vez, prestigiar o desfile cívico do Dia da Independência. Acompanhada de toda a família e empunhando uma bandeirinha do Brasil, ela conta que foi a participação do seu neto de 14 anos no desfile e a curiosidade por conhecer a celebração que a fez sair de casa para assisti-la. “Nunca tinha vindo, então aproveitamos essa oportunidade para conhecer e participar mais. Acredito que é um momento importante de prestar homenagem a independência do país”, afirma.
.
Já o vigilante Nebson César, de 40 anos, conta que em toda a sua vida só perdeu um desfile, e que a tradição de vir todos os anos foi criada pela avó. “Dos meus 40 anos de vida, só não vim com um ano de idade. Minha avó me trazia todos os anos,  cheguei a desfilar três vezes, e faço questão de vir e trazer meus filhos”, conta Nebson. Seu filho Narthedi, de 14 anos, faz aniversário no dia da Independência, e anualmente começa a comemoração no desfile. “Acho importante trazê-los para manter vivo o amor à pátria e a importância dos valores que são transmitidos no desfile. É algo que tenho medo que se perca na sociedade”, diz Nebson.
População enfrenta a chuva para acompanhar desfile
População enfrenta chuva para acompanhar desfile

Trânsito

No trânsito, o inspetor-chefe da Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU), Carlos Eugênio, explicou que as mudanças no tráfego seguem os protocolos de edições anteriores do evento. Estão fechados os corredores da avenida Hermes da Fonseca, Rua Joaquim Manoel, Gustavo Cordeiro de Faria, Nilo Peçanha, Prudente de Morais até a rua Ceará-Mirim. Como alternativas, os motoristas que trafegarem pela Avenida Prudente de Morais, sentido zona Sul, poderão utilizar um desvio a partir da rua Mossoró, seguindo pela Campos Sales e Rua Seridó. Já os condutores que farão o sentido contrário, seguirão o desvio na Rua Seridó até alcançarem a avenida Floriano Peixoto, retornando pela Avenida Deodoro da Fonseca.

Ao todo, 60 homens da STTU atuam nas interdições e contam com apoio do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE) no dia do desfile.


continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários