Prefeito vai em busca de recursos para investimentos

Publicação: 2018-04-15 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O prefeito de Natal, Álvaro Dias, que assumiu o cargo com a renúncia de Carlos Eduardo para concorrer ao governo do Estado, programou uma viagem a Brasília, neste semana, quando tentará liberação de recursos para obras de infraestrutura na cidade. Um desses projetos que pretende viabilizar é o investimentos de R$ 100 milhões para drenagem e  pavimentação de diversas ruas.

Álvaro Dias afirma que prioridade é manter o pagamento em dia e que vai a Brasília para tentar liberar R$ 100 milhões
Álvaro Dias afirma que prioridade é manter o pagamento em dia e que vai a Brasília para tentar liberar R$ 100 milhões

Álvaro Dias reconhece que há um desafio ao assumir uma gestão na atual situação do país, mas considera que tem condições de dar continuidade aos projetos e programas que estão em execução. Uma das prioridades é manter o pagamento do servidor em dia.

Sobre os projetos novos, ele diz ter planos para melhorar a urbanização da Redinha. “Pretendemos dar um enfoque, porque ali é uma área turística que precisa ser dotada de infraestrutura física para que os visitantes que vêm para a nossa cidade”, disse.

Sobre as perspectivas  para as eleições deste ano, Álvaro Dias destaca que tão logo Carlos Eduardo retorne de um período de oito dias de férias, dará andamento às articulações para definir alianças. Ex-presidente da Assembleia Legislativa e ex-deputado federal, o prefeito demonstra confiança no diálogo com a Câmara Municipal.

Como o senhor encontrou a Prefeitura?
Encontramos a prefeitura submetida a uma crise nacional, pela qual passa o Brasil. Então isso se traduz em uma realidade que demonstra uma situação financeira não muito confortável, mas melhor do que esteve anteriormente, porque agora nós estamos com o pagamento dos salários em dia, além de ter muitas obras em andamento. Essa semana estou, inclusive, indo a Brasília. Na terça-feira (17), vou manter contatos em diversos Ministérios e tentar a liberação de recursos federais para fazer obras estruturantes e importantes para a cidade do Natal, como a drenagem e a pavimentação de várias ruas e também para as obras que nós precisamos executar com urgência por causa das chuvas, como dar suporte às lagoas pluviais e assim evitar alagamentos na cidade. Portanto, são obras fundamentais. Vamos continuar priorizando as atividades que o ex-prefeito Carlos Eduardo desenvolveu, como a de dar suporte à área da saúde, construindo três unidades de de prontoatendimento (UPAs),   colocando em funcionamento o hospital municipal e as maternidades  das Quintas e da Zona Norte. Continuaremos reformando e ampliando os postos de saúde, como foi feito anteriormente com a reforma, ampliação e modernização de 44 postos de saúde pelo ex-prefeito.

Mas o senhor tem algum projeto novo para acrescentar aos que já estão em andamento?
Nós temos alguns projetos que já pedinos inclusive para iniciar a elaboração, como a modernização do Passo da Pátria. Pretendemos dar um enfoque para a Redinha, porque ali quando se encerra a ponte Newton Navarro, é uma área turística que precisa ser dotada de infraestrutura física para que os visitantes que estão na nossa cidade, atraídos pelo potencial turístico e pela beleza das praias, que inegavelmente Natal possui, tenham mais opções de lazer e de turismo e cada vez mais se sintam atraídos pela nossa cidade, que tem sido um dos destinos turísticos mais procurados  do Brasil.

Essa sua ida à capital federal é para tentar liberar recursos de emendas parlamentares ou o empréstimo já aprovado na Caixa para pavimentação e recuperação de ruas em Natal?
Vamos ver os projetos que já foram encaminhados nos Ministérios e temos um novo, que estamos dando entrada, no valor de R$ 100 milhões, para promover a drenagem e  pavimentação de diversas ruas.

Assumiu a prefeitura já tendo uma greve dos professores. Qual encaminhamento está sendo dado a essa demanda dos servidores?
Nós estamos esperando que os professores tenham a compreensão de que o momento atual é de uma dificuldade financeira muito grande para todos os municípios do Rio Grande do Norte e do país e Natal não é uma exceção. Esperamos que eles entendam essa situação da Prefeitura  e analisem com carinho a proposta que nós fizemos de melhoria salarial, porque é o possível, o que pudemos atender, porque mais do que repor as perdas salariais dos professores e de outras categorias de servidores, que por ventura existam, mais importante do que tudo isso, eu acredito que é o pagamento da folha de pessoal em dia, que a prefeitura conseguiu regularizar e que não vai abrir mão de continuar pagando em dia. Todo funcionário e todo trabalhador quando chega o final do mês tem os seus compromissos, as suas contas e necessidades básicas, que precisa atender com seu salário e nós não queremos correr o risco de atrasar salários. Vamos repor as perdas salariais desde que não prejudique o pagamento do salário do funcionalismo, que é uma das grandes prioridades de nossa gestão.

Como foi esse encaminhamento?
A proposta foi feita pela área financeira e entregue ao Sindicato dos professores, que está analisando. Vamos esperar que acolham, porque é o possível, talvez não seja o ideal, é um percentual de reposição de perdas e melhoria salarial.

Quando assumiu, disse que só ia mudar a Secretaria Municipal de Governo, mas o senhor manteve 100% da equipe do ex-prefeito, porque foi nomeado secretário de governo Jonny Costa, acumulando com a pasta de Serviços Urbanos...
Jonny Costa está interinamente e nós faremos talvez mais uma ou duas modificações. Mas na essência vai ser a mesma equipe que o prefeito deixou, porque é uma equipe que vem dando conta do recado, realizando um bom trabalho e atuando a contento. Em time que está ganhando, não se mexe. Trata-se de uma expressão popular que a gente faz valer e reforça a nossa decisão de manter a equipe, porque a situação está caminhando bem, pelo menos dentro da realidade possível e fazendo com que caminhe dentro do esperado.

Há comentários segundo os quais essa equipe só vai até depois das eleições?
A equipe vai permanecer e, desde que continue correspondendo e atuando a contento como está, não haverá mudança. Nós queremos uma equipe técnica, competente e atuante, lutando pelo bem-estar da população e bom encaminhamento das situações todas que devem ser observadas pela Prefeitura. Isto está ocorrendo, se continuar assim, não há motivo para que se mude, não haverá interferência política e nem nomeação política. Nós queremos mesmo uma equipe técnica que possa desenvolver um bom trabalho à frente da Prefeitura do município.

Como vai ser o relacionamento com a Câmara Municipal? Atualmente muitos vetos do Executivo estão sendo derrubados e leis sendo promulgadas...
Nós entendemos que o Poder Executivo deve primar pelo bom relacionamento com a Câmara Municipal, entendemos que deve ser mantida a independência dos Poderes, que está na Constituição. Temos que respeitar. E pelo fato de que todos sabem que tivemos a nossa vida pública, durante muito tempo, fazendo parte do Poder Legislativo, identificamos o diálogo como grande prioridade. Então, devemos manter o diálogo com a Câmara, sempre que possível discutindo os projetos que forem encaminhados,  tirando dúvidas, procurando esclarecer e dissipar qualquer questionamento para que as coisas aconteçam da melhor forma possível. Acho que o diálogo é a saída para muitas situações de conflitos que existem, sempre através do diálogo se consegue chega ao consenso e vamos continuar dando prioridade a isso.

Alguns vereadores sairão candidatos a deputado estadual ou federal, na situação ou na oposição, isso não pode acabar se refletindo nesse diálogo com o Executivo?
Acredito que as pessoas sabem discernir e separar as coisas, deixar de lado as questões pessoais e os interesses próprios para pensar na coletividade, mesmo quem vai disputar alguma candidatura, se por acaso não se licenciar do cargo de vereador, porque é uma opção que eles têm, podem se manter no seu devido lugar e continuar atuando como vereador, desde que não haja prejuízo dessas funções na Câmara Municipal de manter bom diálogo independente da candidatura e do interesse pessoal de cada um, sempre deve prevalecer o interesse coletivo, acima dos interesses pessoais.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários