Natal
Prefeitura de Natal amplia 3ª dose para profissionais de saúde
Publicado: 00:00:00 - 14/10/2021 Atualizado: 23:10:52 - 13/10/2021
A Prefeitura do Natal amplia nesta quinta-feira (14) a aplicação da terceira dose contra a Covid-19, para o público de profissionais e trabalhadores da saúde com 30 anos e mais. Esse grupo pode receber a D3 em qualquer ponto de vacina da cidade, desde que tenham completado o esquema vacinal, com duas doses, há pelo menos seis meses. É necessário apresentar um documento funcional para receber o imunizante: crachá, contracheque ou carteira de conselho de sua profissão.

Alex Régis
Aplicação da primeira e da segunda dose da vacina contra a covid continua nas UBS e drives

Aplicação da primeira e da segunda dose da vacina contra a covid continua nas UBS e drives


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) também informa que a aplicação da primeira e segunda dose, de todos os públicos anteriormente contemplados, continua. Para receber a D1 ou D2 basta se dirigir a qualquer unidade básica de saúde ou drive da capital. Para conferir as filas dos drives, documentação, dúvidas frequentes e informações oficiais sobre a vacinação em Natal basta acessar vacina.natal.rn.gov.br .

As pessoas que completaram os 28 dias da primeira dose do imunizante Coronavac podem procurar as UBS do município ou qualquer drive-thru para receber a segunda dose.

UBS do município e todos os drives estarão com aplicação da D2 da Oxford para quem se vacinou até o dia 10 de agosto.

As gestantes que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não tomaram a segunda dose poderão completar seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer e em todas as UBS do município ou qualquer ponto de aplicação.

A segunda dose da Pfizer está disponível nas UBS do município ou nos drives Nélio Dias, Palácio dos Esportes, Via Direta ou ginásio do Sesi para quem tomou a primeira dose até 10 de agosto.

D3
Estão aptos a receber a terceira dose: população em geral com 60 anos e mais; e profissionais e trabalhadores da saúde a partir de 30 anos. É necessário ter completado o esquema vacinal, com duas doses ou dose única, de qualquer imunizante (Coronavac, Oxford ou Pfizer) há seis meses.

Mortes
Após passar seis dias sem mortes por Covid, o Rio Grande do Norte registrou três óbitos pela doença nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgado nesta terça-feira (12). 

As mortes foram confirmadas em Natal, Mossoró e São Tomé. A última morte foi registrada no dia 05 de outubro.

O período de seis dias sem vítimas pela Covid foi o maior intervalo de tempo registrado no estado desde o início da pandemia. O boletim da Sesap atualizou o número de mortes para 7.354. Além disso,1.344 óbitos seguem em investigação. O RN tem 369.903 casos confirmados desde o início da pandemia.

Os bons números estão associados ao avanço da vacinação. Segundo o RN+ VACINA, mais de 1,5 milhão de potiguares estão com o esquema vacinal completo contra a Covid - isso representa duas doses ou dose única. O que corresponde 51% da população potiguar acima de 12 anos.

 Além do mais, a dose de reforço está sendo aplicada em idosos, profissionais da saúde e imunossuprimidos. No entanto, mais de 81 mil pessoas desse público estão com a dose atrasada.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte