Cookie Consent
Natal
Prefeitura de Natal monta força-tarefa para resolver problemas gerados pelas chuvas
Publicado: 21:54:00 - 04/07/2022 Atualizado: 21:54:47 - 04/07/2022
Para evitar o agravamento de áreas atingidas pela calamidade climática ocorrida em Natal nos últimos dias, o prefeito Álvaro Dias montou uma força-tarefa envolvendo todas as secretarias municipais e Defesa Civil, com vistas à reabilitação imediata desses locais, assistência à população desalojada e recuperação dos equipamentos. As ações foram elencadas durante uma reunião nesta segunda-feira (4).

Cedida
A força-tarefa conta com representantes de todas as secretarias municipais e da Defesa Civil

A força-tarefa conta com representantes de todas as secretarias municipais e da Defesa Civil

 
O prefeito fez uma avaliação positiva do trabalho da equipe, pela ação conjunta para minimizar os impactos estruturais das últimas 24 horas. “Todos os técnicos do Município foram para as ruas e tomaram as providências de forma rápida, organizando abrigos, alimentos, colchões, atuando nas áreas de risco e providenciando equipamentos. Fizemos o que precisava ser feito e agora vamos atuar para evitar mais danos para a população”, disse o gestor. Na ocasião, também foram definidas estratégias de ação humanitária para centralizar a arrecadação por meio de um Comitê de Crise, formado por profissionais da Defesa Civil, servidores e o ex-secretário Paulo César Medeiros.
 
Durante a reunião, foram identificadas as áreas que serão reabilitadas com o benefício do decreto de Estado de Calamidade Pública, publicado nesta segunda-feira (4). Uma das vias consideradas mais graves é a rua Mirassol, em Felipe Camarão, na zona Oeste da cidade. A galeria rompeu e toda a estrutura da rua e alicerces das casas ficaram comprometidos. Ao todo 25 residências foram interditadas pela Defesa Civil do Município. “A reconstrução será iniciada pelo canal da BR 226 até a rua Mirassol, depois seguiremos para a Maria Célia e por fim recuperar as calçadas”, disse o secretário Carlson Gomes. 

Outras áreas críticas listadas foram nas ruas Xavantes, em Satélite, a Av Lima e Silva ao lado da lagoa São Conrado; Rua Juvino Barreto; av Rafael Fernandes no cruzamento da Av. do Contorno; av . Rua Mário Negócio, nas Quintas; Av. Felizardo Moura, Av das Alagoas com Ayrton Senna, rua Coronel José Bernardo, dentre outras. Também foram definidas ações para melhorar o escoamento das águas e diminuir os pontos de alagamento na cidade.

Escolas

As aulas na rede pública de Natal devem ser retomadas nas unidades na próxima quarta-feira (6). Para isso, as secretarias de Governo, Educação, Assistência Social e a Defesa Civil realizaram um mutirão para reparar problemas de goteira, buracos na parede e curto-circuito. "Trabalhamos em várias frentes para agilizar o retorno às aulas”, disse a secretária Cristina Diniz. Apenas as três escolas disponibilizadas para abrigo, na Zona Norte (Nossa Senhora da Apresentação), Leste (Henrique Castriciano) e Oeste (Professora Maria Cristina Osório Tavares), não retornarão nesta quarta. 

Natal Digital

O balanço realizado pela Defesa Civil do Município contou com a ajuda de um novo recurso digital. Os dados coletados estão reunidos numa plataforma desenvolvida pelo órgão, que permite registrar em tempo real todas as ocorrências, geolocalização do desastre, descrição e imagens dos locais. “Essa plataforma pode ser acompanhada e alimentada por todas as secretarias. Todas as ocorrências que recebemos via Ciosp e Defesa Civil foram colocadas lá. É uma forma de gestão de crise rápida para que a Prefeitura possa tomar melhores decisões”, disse a diretora da Defesa Civil e Operações Preventivas de Natal, Fernanda Jucá.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte