Prefeitura retira resíduos sólidos de Avenida da Integração

Publicação: 2019-12-03 13:25:00 | Comentários: 0
A+ A-
Equipes das secretarias de Serviços Urbanos (Semsur), Mobilidade Urbana (STTU), Vigilância Sanitária (SMS), Companhia de Limpeza Urbana (Urbana) e Guarda Municipal (Semdes), coordenadas pela Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), estiveram na manhã desta terça-feira (3) fazendo a retirada e a fiscalização do descarte de resíduos sólidos na Av. Tarcísio de Vasconcelos Maia, a chamada avenida da Integração, em Natal. A ação faz parte de uma operação que combate o descarte irregular de lixo em espaços públicos, cumprindo a Lei Municipal 6693/2017 que multa os cidadãos que depositarem esses materiais nesses lugares.
Avenida da Integração/Salinas, zona Sul
Avenida da Integração (foto de arquivo)

Durante a operação, que ocorre em toda a extensão de estrada de terra da avenida, de Candelária a Cidade Nova, as equipes irão recolher os resíduos sólidos, que vão desde metralha (restos de material de construção), restos de móveis, de poda e entre outros. Além disso, os animais que estiverem na via serão recolhidos. O objetivo é, também, fiscalizar quem são as pessoas que fazem o descarte inadequado. A iniciativa vai até a quinta-feira (5), com trabalho das 8h30 até às 11h.  

O Secretário da Semurb, Thiago Mesquita, afirmou que outros pontos do município serão alvos de operações como essa, mas que, diferente dessa, o locais não serão divulgados. De acordo com um mapeamento feito pela Urbana, Natal tem aproximadamente 800 áreas crônicas de descarte de lixo, onde isso é feito de maneira recorrente.

"O nosso trabalho inicial é de atuação educativa, de alertar a população sobre a Lei Municipal 6693/2017 para que os cidadãos tenham ciência de que eles serão multados caso descumpram a lei. Qualquer espaço utilizado pela sociedade não pode ser um local onde se jogue lixo", destacou o Secretário da Semurb, Thiago Mesquita.

Estrada de terra

Um dos fatores que contribuiu para o uso do trecho na Avenida Tarcísio de Vasconcelos Maia como um depósito clandestino de resíduo é o fato de não ser uma via urbanizada, segundo os próprios representantes da prefeitura. Através da assessoria de imprensa da Secretaria de Obras Públicas e Infraestrutura do município (Semov), foi dito que a pavimentação desse trecho da avenida é de intenção para que seja feito no próximo ano, mas ainda não há nada concreto.

Lei contra o lixo nas ruas de Natal

A Lei Municipal 6693/2017 sancionada em 3 de julho de 2017, e regulamentada em 1° de outubro deste anos, determina a proibição do descarte de resíduos sólidos nos espaços públicos de Natal. Para isso, ela considera infrator quem, por si só ou a mando, cometer, mandar, constranger, auxiliar ou se beneficiar com o despejo de lixo em vias públicas.

Quem infringir as normas, deverá pagar o valor das multas que varia de acordo com o volume e tipo de despejo e a natureza da pessoa. Para pessoas físicas, vai variar entre R$ 92,56 e R$ 1.232,00. Já para os jurídicos, de R$ 289,90 a R$ 2.460 – esses valores serão atualizados anualmente de acordo com a inflação. Na regulamentação, foi dado o prazo de 60 a 90 dias para que a lei entre em vigor. Sendo assim, deve-se iniciar, no máximo, a partir de janeiro do ano que vem.



continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários