Presente de matuto

Publicação: 2016-12-04 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Não é apenas o saco do Papai Noel que está cheio de presentes quando dezembro chega. O personagem do humorista paraibano Nairon Barreto também tem os seus presentinhos para o mês natalino: trata-se do espetáculo “O peru de Zé Lezin”, que será apresentado no próximo dia 17 de dezembro, no Teatro Riachuelo. O especial de Natal do matuto desbocado já é tão tradicional quanto o show de Roberto Carlos no fim de ano. E assim como o do 'Rei', sempre traz novidades a cada edição.
DivulgaçãoO fim do ano chegou e o humorista paraibano Nairon Barreto já está pronto para dar seu presente ao público, o espetáculo “O Peru do Zé Lezin”, momento em que ele faz um apanhado de tudo que apresentou durante o ano e ainda fala de Papai NoelO fim do ano chegou e o humorista paraibano Nairon Barreto já está pronto para dar seu presente ao público, o espetáculo “O Peru do Zé Lezin”, momento em que ele faz um apanhado de tudo que apresentou durante o ano e ainda fala de Papai Noel

“O peru” apresenta Zé Lezin cheio de espírito natalino – mas sem deixar o espírito de porco de lado. O Papai Noel cai na lábia do matuto, mas ele também conta causos e piadas sobre outros vários assuntos, afinal, é “falador” como poucos. A cada apresentação ele traz histórias novas e satiriza acontecimentos importantes nos noticiários e no cotidiano brasileiro. Política, futebol, comportamento, cotidiano, tudo vira uma prosa cheia de humor e escracho na língua afiada do matuto paraibano.

O espetáculo “O peru de Zé Lezin” foi criado em 2005, como um apanhado de tudo que ele havia feito durante o ano – uma retrospectiva humorística. Além disso, “O peru” resgata o personagem Miro, uma espécie de “Seu Lunga” do Zé Lezin, com aquele mau humor sempre implacável.

Nairon Barreto considera que seu personagem é mais um contador de causos do que um mero piadista. Ele está na estrada da comédia há 30 anos, e tira a essência do Lezin de seus estudos profundos sobre cultura popular. Nairon costuma afirmar que a graça do matuto não está nos escrachos e palavrões, mas no enredo – que se for bem contado, cabe qualquer coisa.

O humorista é formado em jornalismo, e ganhou fama nacional a partir de 1998, quando entrou para o elenco da histórica Escolinha do Professor Raimundo, criação do padrinho de todos Chico Anysio. Sua trajetória conta com um bom número de shows de sucesso, como “Na copa e na cozinha”, “A fuleiragem de Zé Lezin”, “A volta para os que não foram”, “O fim da CPMF – Contribuição Para Minha Família”, além do mega sucesso “Em briga de marido e mulher ninguém mete”, uma parceria com o pernambucano Jeison Wallace, a eterna Cinderela do humor nordestino.

“Não tem mistério no que faço. Na verdade, é porque faço com amor, com um carinho enorme pelas pessoas que acompanham minha carreira desde o início e pelos novos fãs do matuto”, já disse Nairon em entrevistas.

Serviço:
O Peru de Zé Lezin. Dia 17 de dezembro, no Teatro Riachuelo. Assinantes da TN têm desconto de 50% em até dois ingressos.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários