Presidente Bolsonaro prevê 'privatização ampla’

Publicação: 2019-04-26 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O presidente da República, Jair Bolsonaro, admitiu nesta quinta-feira, 25, que o governo pode “caminhar para a privatização mais ampla da Petrobras". "Temos refinarias, vamos dar um passo de cada vez. Pode-se caminhar para a privatização mais ampla da Petrobras", disse o presidente, em café da manhã com jornalistas.

Bolsonaro quer analisar áreas que possam ser vendidas na PB
Bolsonaro quer analisar áreas que possam ser vendidas na PB

Durante o café, Bolsonaro também falou sobre os preços dos combustíveis no País e atribuiu a alta ao ICMS, cobrado pelos Estados. “O grande problema (do preço do combustível) é o ICMS, mas a pancada quem leva é o governo federal. Os Estados são os grandes vilões do preço do combustível. O Rio Grande do Sul vai reduzir o preço do ICMS? Tem avião que chega com tanque vazio em São Paulo", disse o presidente.

Os acionistas da Petrobras aprovaram mudanças no estatuto social da empresa, que permitirão a privatização de controladas sem necessitar do aval dos acionistas em assembleia. A decisão passa a ser limitada ao conselho de administração. Além disso, o presidente da companhia passará a centralizar o desinvestimento.

Como informou o presidente da empresa, Roberto Castello Branco, ao assumir o programa de desinvestimentos, desempenhará atividade que antes estava sob o guarda-chuva da diretoria Financeira. Já o conselho de administração substituirá a assembleia de acionistas. A Petrobras, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou no mês passado que “as propostas de alterações visam reforçar o caráter estratégico do conselho de administração e aumentar a eficiência do processo decisório". Sobre o poder que será dado ao conselho de dar a palavra final sobre privatizações, a empresa afirmou que esse modelo de gestão “se encontra em linha com a legislação aplicável à Petrobras, em especial à Lei nº 6.404/76 (Lei das Sociedades Anônimas), e com a prática do mercado".







continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários