Cookie Consent
Política
Presidente da Assembleia teste positivo para influenza e covid
Publicado: 00:00:00 - 14/01/2022 Atualizado: 23:34:59 - 14/01/2022
O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), informou nas redes sociais que testou positivo para coronavírus e gripe Influenza, fenômeno de dupla infecção chamado de 'flurona'. “Durante os dois últimos anos de pandemia da Covid-19 mantive todos os protocolos e cuidados tanto no trabalho, na Assembleia, quanto no âmbito familiar”, disse o parlamentar.

Divulgação
Ezequiel disse que está em casa isolado e com os cuidados médicos

Ezequiel disse que está em casa isolado e com os cuidados médicos


Ezequiel Ferreira informou que ontem saiu o resultado dos exames sobre o material coletado domiciliarmente por técnicos do laboratório particular DNA Center, na quarta-feira (12): “Estou bem, em casa, isolado e com os cuidados médicos necessários”.

O parlamentar afirmou, na sua conta pessoal Instagram, que “mantinha a fé em Deus, que tudo dará certo! Se cuidem e cuidem dos seus”.

Até às 19 horas de ontem, havia 100 comentários na postagem do deputado Ezequiel Ferreira, como foi o caso do ministro das Comunicações, Fábio Faria, que manifestou “melhoras” para o amigo, bem como de servidores da Assembleia, jornalistas, correligionários e eleitores.

O ex-prefeito de Campo Redondo, Alessandru Alves, que também é procurador da Assembleia desejou “rápida recuperação” ao presidente da Casa e disse que anteontem também testou positivo pela segunda vez, “depois de três vacinas”.

A detecção de casos infecções simultâneas costumam aparecer quando o paciente é submetido a um teste no qual a amostra coletada é analisada para vários tipos de vírus ao mesmo tempo. Diversos países já identificaram casos semelhantes. No Brasil, esse tipo de teste é normalmente feito em laboratório privado. Por causa da pandemia, a rede pública prioriza a realização dos exames para identificar o coronavírus.

Os casos de “flurona” foram notificados em vários estados brasileiros. Os sintomas são de duas doenças semelhantes. Podem incluir febre, tosse persistente, coriza, espirros e dores de cabeça, de garganta e no corpo. A detecção de casos de infecções simultâneas costumam aparecer quando o paciente é submetido a um teste, no qual a amostra coletada é analisada para vários tipos de vírus ao mesmo tempo.

A professora de Imunologia da Universidade de Brasília (UnB), Anamela Bocca, disse ao portal do Correio Brasiliense, que os casos de coinfecção só não ficaram graves devido ao avanço da vacinação contra as duas viroses. 

Ela frisou que, mesmo que os imunizantes não tenham 100% de eficácia contra todas as cepas das doenças, eles têm certo grau de proteção, pois existem algumas proteínas conservadas durante as mutações.

“Se aumentarmos a cobertura vacinal da gripe e da Covid-19, mesmo que não sejam específicas para essas variantes novas, elas vão tornar os casos da doença conjunta mais leves”, afirmou a professora.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte