Presidente do Parlamento catalão critica decisão de Tribunal de suspender sessão

Publicação: 2017-10-05 15:45:00 | Comentários: 0
A+ A-
A presidente do Parlamento da Catalunha, Carme Forcadell, afirmou que a suspensão das sessão planejada para a próxima segunda-feira, onde havia a possibilidade de uma declaração de independência da região ser considerada, é uma "violação da liberdade de expressão".

O Tribunal Constitucional Espanha alertou, nesta quinta-feira, que Forcadell e outros membros do Parlamento poderiam enfrentar acusações se não suspenderem a sessão parlamentar da próxima segunda-feira. Em resposta ao Tribunal, Forcadell afirmou que não irá permitir que "a censura entre no Parlamento". Ela não disse, no entanto, se o Parlamento teria a sessão plenária de segunda-feira cancelada, mas prometeu continuar "defendendo a soberania" do corpo legislativo.

O presidente regional da Catalunha, Carles Puigdemont, prometeu prosseguir com o movimento de independência ao pedir por um diálogo com as autoridades espanholas. No entanto, o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajou, rejeitou o movimento. Fonte: Associated Press.

Estadão Conteúdo

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários