Prestações de contas são aprovadas

Publicação: 2018-06-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Por maioria de votos, a Assembleia Legislativa aprovou, na sessão desta quarta-feira (13), as contas do governador Robinson Faria (PSD) relativas ao exercício financeiro de 2016, rejeitando parecer prévio do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que tinha decidido pela reprovação da prestação de contas do governo em dezembro do ano passado.

Deputados estaduais votam os relatórios de prestações de contas
Deputados estaduais votam os relatórios de prestações de contas

Com a presença de 22 dos 24 deputados estaduais, o parlamento estadual aprovou as contas de Robinson Faria com 18 votos favoráveis, três contra e uma abstenção. Ausentes os deputados José Adécio (DEM) e Cristiane Dantas (PPL).

A Assembleia ainda aprovou por unanimidade as prestações de contas das administrações do governador Robinson Faria (PSD) referente a 2015,  e da ex-governadora e atual prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, (PP), relativa ao exercício financeiro de 2013, que contou com a abstenção do deputado Nelter Queiroz (MDB). Essas duas prestações de contas anuais tinham parecer favorável do TCE pela aprovação, mas com ressalvas.

Já em relação as prestações de contas do governador Robinson Faria dos exercícios financeiros de 2017 e 2018, o TCE já definiu que os relatores serão, respectivamente, os conselheiros Tarcísio Costa e Paulo Roberto Alves.

Como votaram os deputados na prestação de contas de 2016
Votos a favor
Alberto Dickson (Pros)
Carlos Augusto Maia (PC do B)
Dison Lisboa (PSD)
Ezequiel Ferreira (PSDB)
Galeno Torquato (PSD)
George Soares (PR)
Getúlio Rego (DEM)
Gustavo Carvalho (PSDB)
Gustavo Fernandes (PSDB)
Jacó Jácome (PSD)
José Dias (PSDB)
Larissa Rosado (PSDB)
Márcia Maia (PSDB)
Raimundo Fernandes (PSDB)
Ricardo Motta (PSB)
Souza Neto (PHS)
Tomba Farias (PSDB)
Vivaldo Costa (PSD)

Votos contra
Fernando Mineiro (PT)
Hermano Morais (MDB)
Kelps Lima (SD)

Abstenção
Nelter Queiroz (MDB)

Ausentes
Cristiane Dantas (PPL)
José Adécio (DEM)

Fonte: Alern


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários