Previsão para 2020

Publicação: 2020-10-22 00:00:00
Luiz Antônio Felipe 
laf@tribunadonorte.com.br

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulga o Informe Conjuntural - 3º trimestre, com uma revisão das projeções para a economia brasileira em 2020 e traça novas previsões para o ano. O PIB brasileiro deve encolher 4,2% em 2020, com o ritmo de crescimento da economia mais forte no terceiro trimestre (9% de expansão), mas perderá força no último trimestre deste ano. O PIB industrial deve crescer 10% nessa mesma comparação. No entanto, a retomada no período não será capaz de reverter o recuo anual na quantidade de bens e serviços produzidos pelo Brasil. A inflação seguirá abaixo da meta do Banco Central.

PROJEÇÕES 
O crescimento acima do patamar pré-pandemia não está garantido. A redução dos estímulos adotados para a economia atravessar o período mais agudo da crise por conta do novo coronavírus terá um efeito negativo relevante e, se ocorrer de forma apressada, tende a prejudicar a recuperação, com impacto no consumo e no emprego, diz a CNI.

INSUMOS
Não é somente o preço dos materiais de construção que está em alta, puxado pela demanda elevada. Com o consumo em alta, faltam até garrafas de vidro no país. Especialistas alertam que se o Brasil crescer 5% (PIB) por três anos seguidos, até energia vai faltar para sustentar a expansão da atividade econômica.

OTIMISMO
A confiança da indústria atinge maior nível em nove anos. A alta de setembro para a prévia de outubro foi puxada principalmente pelo Índice da Situação Atual, que mede a confiança do empresário em relação ao presente subindo 5,9 pontos.  Com isso, o indicador chegou a 110,7 pontos, o maior patamar desde abril de 2011, segundo a Fundação Getulio Vargas.

MOEDAS 
O barril de petróleo (spot) foi negociado ontem a U$ 40,00 uma queda de -1,27%. Já o Ibovespa subiu leve (+0,01%) e fechou a 100.552 pontos. O dólar fechou em R$  5,609,  queda de -0,05%. O euro subiu +0,26% a R$ 6,652.

VENTOS SOPRAM NO NORDESTE 
O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) apresenta resultados inéditos da produção de energia eólica. A geração instantânea alcançou 12.140 MW no Sistema Integrado Nacional (SIN), na noite de sábado (17), Às 22h39, novo recorde. Diferentemente dos demais, o índice foi alcançado por conta dos ventos fortes nos três subsistemas.  O montante correspondeu a 18,6% da carga no SIN, no mesmo instante, o fator de capacidade foi de 79,3%.  A fonte também apresentou bom desempenho em 5 de outubro, quando bateu recorde de geração eólica média diária no SIN, produzindo 10.340 MWmed.  A energia eólica representa hoje 9,5% de toda a matriz elétrica brasileira.

LEGISLAÇÃO 
A Lei Estadual das Micro e Pequenas Empresas foi aprovada ontem pela Assembléia Legislativa, com o apoio da classe empresarial potiguar. Também foi aprovado  o Refis que vai beneficiar contribuintes com redução de até 95% sobre juros e multas. As dívidas poderão ser parceladas em até 70 meses e com descontos que vão de 60% a 95% sobre juros e multas. A adesão pode ser feita até dia 30 de novembro. Mais facilidades na crise.

APREENSÃO 
As apreensões de cargas feitas pelo Fisco Estadual no mês já ultrapassam R$ 4 milhões. Não é muita coisa financeiramente mas, serve de exemplo aos fraudadores. As fiscalizações resultaram em 200 apreensões de mercadorias ilegais no mês. Na última, peças em ouro, avaliadas em R$ 1,2 milhão, foram detidas no aeroporto.

CELULAR 
O número de smartphones no mundo cresceu quase 430% em 10 anos. A economia em todo o mundo projeta crescimento exponencial devido à pandemia global, mostra a plataforma de descontos multinacional Cuponation. Somente em 2020 um total de 1.571.22 bilhões de smartphones já foram vendidos mundialmente para usuários ativos.

ALIMENTOS 
O preço do boi gordo está em alta, além de outros alimentos. Também puxam para cima os preços de matérias-primas e de grãos usados na composição das rações. Já as exportações dos cafés do Brasil em setembro de 2020 batem recorde histórico. O volume exportado de 3,8 milhões de sacas de 60kg é o maior para o mês de setembro.  A JBS vai emitir até R$ 2,04 bilhões, em debêntures para aquisições de bovinos.

CHUVAS 
O período chuvoso está começando no Centro Oeste com várias barragens acumulando muita água ainda do período anterior. As barragens de Tucuruí com  32%,  Serra de Mesa, 28,64% e Três Marias 59,66% estão com níveis elevados. No Nordeste, Sobradinho está com 61,21% e Itaparica com 53,96% e vão receber mais águas do São Francisco e seus afluentes até abril de 2021.










Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.