Previsão de investimento é revista

Publicação: 2011-05-01 00:00:00
Por Kelly Lima

Rio (AE) - O Conselho de Administração da Petrobras, reviu para US$ 73 bilhões os investimentos que serão feitos até 2015 no Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado do Polo Pré-sal da Bacia de Santos (Plansal). A decisão, aprovada hoje na reunião mensal do conselho de administração da empresa, é a primeira relativa à revisão do Plano de Negócios da companhia, visando o período 2011-2015.

Segundo nota à imprensa, 74% deste total de investimentos será feito pela Petrobras e o restante por suas parceiras. Se comparado com o montante que seria destinado ao pré-sal pelo plano de investimentos do período de 2010-2014, os investimentos representam um aumento de 63,3%.

Segundo a empresa, a atual revisão do Plansal consolida a tendência de redução dos custos envolvidos para o desenvolvimento da área, hoje estimada em 45% com relação ao Plano Diretor original de 2008 e em cerca de 32% com relação ao Plano Diretor do último ano. Essa redução é fruto da otimização alcançada na concepção dos projetos de produção, principalmente pela maior produtividade dos poços (incremento médio em torno de 20%) e pelo melhor conhecimento das áreas potencialmente produtoras, segundo a nota da empresa. Ainda segundo a companhia, esses investimentos definidos hoje serão os responsáveis por permitir expressivo incremento de produção do pré-sal e “pavimentar o crescimento constante de produção para o período posterior a 2015”.

Leia também: