PRF apreende carreta com 234 mil maços de cigarros irregulares na Grande Natal

Publicação: 2019-09-19 11:47:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Polícia Rodoviária Federal realizou mais uma grande apreensão de cigarros irregulares na noite da última quarta-feira (18) durante uma abordagem na BR-101, em São José de Mipibu, região metropolitana de Natal. O material estava em um caminhão baú, com placas do Rio Grande do Sul. 

Mais uma grande apreensão de cigarros ilegais foi realiza no Estado
Mais uma grande apreensão de cigarros ilegais foi realizada no Estado

De acordo com a PRF, o motorista de 54 anos que conduzia o caminhão estava bastante nervoso quando foi abordado, o que levantou a suspeita dos policiais. O homem disse que estava transportando pregos, mas quando os agentes fiscalizaram a carga, descobriram os cigarros.

O motorista apresentou uma nota fiscal onde constava que a mercadoria vinha do Rio de Janeiro com destino às cidades de Natal e Pau dos Ferros, mas com CNPJ de um comerciante de Parelhas. O caminhão e os cigarros apreendidos foram encaminhados à Secretaria de Tributação Estadual em Natal, onde serão tomados procedimentos cabíveis.

Outros casos:
Este é a terceira grande apreensão de cigarros registrada no Estado somente esta semana. Na última terça-feira (17), apreendeu duas carretas carregadas com cigarros irregulares em Assu e também na noite da quarta-feira, policiais civis apreenderam na região Oeste, cerca de 15 mil maços contrabandeados, possivelmente vindos de outro país.

Prejuízo:
Dados do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO), apontam que apenas em 2018, o Rio Grande do Norte R$ 30 milhões em tributos por conta do comércio ilegal de cigarros. A maioria da carga contrabandeada tem como origem o Paraguai.

Uma pesquisa feita pelo Ibope revelou que apesar dos produtos serem de origem ilegal, mais de 80% do volume é vendido em estabelecimentos formais, como bares e mercadinhos. Ainda de acordo com o ETCO, o dinheiro proveniente desse comércio ajuda a financiar outros crimes, como tráfico de drogas e armas.


continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários