Primavera no Museu será ao ar livre

Publicação: 2017-09-19 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Ramon Ribeiro
Repórter


A primavera chegou trazendo consigo todo um espírito de renovação e florescimento. É com esse espírito que o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) promove em todo o território nacional a 11ª Primavera dos Museus. Em Natal, o Museu Câmara Cascudo (MCC) participa da ação com uma semana de atividades que envolvem o Parque do Museu, grande espaço arborizado que fica na parte traseira da instituição. A programação começa nesta terça-feira (19) e segue até o sábado (23), com entrada gratuita.

Fabricadas por mães africanas para acalentar os filhos durante as viagens em navios escravos, as “Abayomis” serão tema de oficina
Fabricadas por mães africanas para acalentar os filhos durante as viagens em navios escravos, as “Abayomis” serão tema de oficina

Até então pouco aproveitado, o Parque do Museu é uma área arborizada de quase 7 mil m² no coração do Tirol. Será nesse espaço que a programação do MCC irá ser desenvolvida, tendo como foco a temática ambiental – que permeia desde a identidade visual, composta com a imagem da Xanana, considerada flor símbolo de Natal.

As atividades promovidas variam entre exposição de orquídeas, visita mediada, palestras, debates, oficinas, feira de plantas e apresentações culturais. Para complementar, durante todo o dia food trucks parceiros estarão presentes. Dentre os destaques, estão a oficina “Abayomis: bonecas de resistência e proteção” (de origem africana, feitas com retalhos ), na terça-feira, a partir das 14h, “Como cuidar de Bonsai” e “Como cuidar de orquídea”, ambas no sábado, às 10h e 14h, respectivamente.

A palestra “Fertilizantes orgânicos de algas marinhas arribadas”, também no sábado, às 9h, pretende mostrar como as algas arribadas podem ser utilizadas como insumo agrícola econômico. Na feira de plantas, ainda no sábado, haverá venda de bromélias, bonsais, rosas do deserto, entre outras, bem como produtos de jardinagem, por comerciantes especializados.

Na parte interna do MCC, durante a Primavera dos Museus, vários mediadores estarão à disposição para facilitar a visita e possibilitar uma melhor compreensão das exposições em cartaz. Dentre elas: “Póstumos: arqueologia do descaso”, “Cartografias da violência em Natal”, “Xico Santeiro: uma escola de arte popular”, “Engenhos: tradição do açúcar” e “Anatomia comparada”. Diretor do museu, Everardo Ramos vê a Primavera dos Museus como um ótimo momento para reativar o parque da instituição e atrair novos visitantes. Ele conta que desde que assumiu a gestão, em fevereiro deste ano, vem pensando em maneiras de movimentar o parque. “Assim que chegamos, focamos em ocupar as salas expositivas. Agora estamos dando esse novo passo, reativando o parque, tornando ele aberto para a sociedade”, diz. “É um espaço bonito e agradável que fica no meio do Tirol. A chegada da primavera é o momento ideal para tornar o espaço mais ativo”.

A criação daquela área foi iniciada na década de 1980, pelo professor Raimundo Teixeira da Rocha. Foi ele que começou um horto com plantas medicinais para fins didáticos e pedagógicos. Nos anos 1990, ainda sob o impulso do professor, foram plantadas outras espécies nativas. Para homenagear o legado do seu grande incentivador, o MCC oficializou o espaço com o nome “Parque Educacional Professor Raimundo Teixeira da Rocha”.

A 11ª Primavera dos Museus é uma ação coordenada pelo Ibram. O objetivo é celebrar a chegada da nova estação oferecendo atividades que visem aumentar o público que frequenta os museus. Nesta edição, 932 instituições estão participando, englobando aproximadamente 2,5 mil atividades culturais em pelo menos 417 cidades de 25 estados brasileiros.

Serviço
11ª Primavera dos Museus, no Museu Câmara Cascudo. De 19 a 23 /09
Das 8h30 às 18h. Av. Hermes da Fonseca, 1398, Tirol.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários