Procurador se descontrola e tenta matar juíza

Publicação: 2019-10-06 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O fato aconteceu na última quinta (03) quando o procurador da Fazenda Nacional Matheus Carneiro Assunção tentou matar a juíza Louise Filgueiras, na sede do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, na avenida Paulista. Segundo testemunhas, o procurador parecia estar em estado de surto e intercalava frases sem sentido como se o ato fosse "acabar com a corrupção no Brasil".

Confusão mental


Ao ser imobilizado, o procurador se mostrou confuso. Os seguranças afirmaram que o procurador disse que deveria ter entrado armado no tribunal, “para fazer o que Janot deixou de fazer”. A juíza chegou ser atingida por Assunção com uma facada no pescoço. Por sorte, o ferimento foi leve. O procurador foi preso em flagrante.

Plante a Democracia

O projeto Plante a Democracia foi lançado pelo TRE-RN na última sexta-feira (4 ), no Dia da Natureza e que marca a contagem regressiva para as Eleições Municipais 2020. A iniciativa da Escola Judiciária Eleitoral do RN tem o objetivo de reforçar no cidadão a participação no processo democrático alinhado com a valorização do meio ambiente.

Segundo o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Glauber Rêgo, o tema foi escolhido para reforçar a ideia de que o voto é a semente da democracia. “Contamos com o apoio da Prefeitura, através do Plante Natal, e juntos vamos arborizar nossa cidade e divulgar a democracia”, explicou o presidente. Informações: www.planteademocracia.tre-rn.jus.br/

Forte pressão

Infelizmente, esse caso não é um fato isolado. Aqui mesmo no Rio Grande do Norte, um ex-servidor do Ministério Público atirou contra o procurador-geral de Justiça adjunto, Jovino Sobrinho, na época, e o procurador público Wendel Beetoven, também com confusão mental. Esses são fatos que merecem uma reflexão sobre o crescente desequilíbrio emocional dos profissionais que trabalham com forte pressão.

Cibele Benevides volta a comandar o MPF/RN

A procuradora da República Cibele Benevides Guedes da Fonseca foi nomeada pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, para a chefia da Procuradoria da República no Rio Grande do Norte (PR/RN) no biênio 2019-2021. A nomeação, publicada no Diário Oficial da União da última segunda-feira (30), ratifica a eleição por unanimidade pelo colegiado de procuradores no RN. Ela terá como substituto o procurador da República Victor Manoel Mariz.
Ivan Lira eleito novo membro da Academia  Norte-rio-grandense de Letras)

O juiz federal e escritor Ivan Lira de Carvalho passa a ocupar a cadeira de nº 34, que tem como patrono José da Penha e foi ocupada por Alvamar Furtado e Lenine Pinto. O novo imortal é autor de várias obras como “De longe e de Perto”, “A dignidade como patrimônio” e “Brevidades”. Ele integra o Conselho Estadual de Cultura e do Instituto Histórico e Geográfico do RN. Amante das letras, ele é cronista e colaborador sistemático dos jornais do Rio Grande do Norte e de Pernambuco.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários