Cookie Consent
Viver
Prodígio potiguar vence concurso internacional
Publicado: 00:01:00 - 25/05/2022 Atualizado: 22:26:28 - 24/05/2022
O talento da pianista potiguar Isadora Rezende já é amplamente conhecido por quem aprecia música clássica em Natal. A garota de 16 anos tem seu prodígio musical reconhecido mais uma vez com a vitória no concurso internacional 'Frost Chopin Academy' (Fundação Chopin dos EUA), que lhe rendeu uma bolsa de estudo  para graduação na Bower School of Music & the Arts, da Florida Gulf Coast University. Atuante em recitais, documentários e homenagens, Isadora parece estar só começando. 

Divulgação
Isadora Resende já chamava a atenção dos professores aos 10 anos

Isadora Resende já chamava a atenção dos professores aos 10 anos


Aluna do Curso Técnico em Música da Escola de Música da UFRN, Isadora conquistou o prêmio especial depois de participar em 2021 do I Concurso Internacional Parnassus de la Musica, organizado pela Universidade Nacional de Música e a Sociedade Parnassus de Música.

Foram três etapas de repertórios específicos, baseadas em avaliações de gravações de performances ininterruptas de 10 minutos, 15 minutos e 30 minutos. A pianista foi agraciada com a primeira colocação em sua categoria.

Durante sua estada em Miami, Isadora terá a oportunidade ímpar de se aprofundar na obra de Frédéric Chopin, um dos compositores mais profícuos e representativos da literatura pianística. A participação da  pianista possibilitará estabelecer contatos com alguns dos mais respeitados professores de piano na atualidade, responsáveis por concessões de bolsas internacionais e pela formação de inúmeros jovens pianistas detentores de títulos em concursos internacionais.  

Isadora Resende tem uma década de carreira. Aos dez anos,  já chamava atenção de professores e técnicos com suas interpretações de Frédéric Chopin, chegando a ser um dos talentos escolhidos no Concurso Nacional de Piano da USP. Filha de pais musicistas (pai fagotista, mãe pianista e irmão flautista), Isadora é estudante do Curso Técnico em Música da Escola de Música da UFRN, e em 2021 foi protagonista do documentário "Quando as nuvens eram nossas", onde ela reencontra a vida e a obra do compositor Oriano de Almeida. O filme foi lançado durante o recital “Isadora e Oriano”. 

A Fundação Chopin dos Estados Unidos tem como  objetivo ajudar jovens e talentosos pianistas a desenvolver suas carreiras como concertistas internacionais e tornar a música clássica, especialmente a de Chopin, acessível a todos.  Frédéric Chopin (1810-1849), foi um pianista polonês radicado na França e compositor para piano da era romântica. É reconhecido como um dos maiores compositores para piano e um dos pianistas mais importantes da história.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte