Produção dos respiradores no RN pode começar esta semana

Publicação: 2020-06-14 00:00:00
Cassiano Arruda Câmara


A semana que começa pode libertar o RN da falta de Respiradores Artificiais para tratamento do covid-19. Uma equipe da ANVISA chega a Natal nesta segunda-feira para fazer a inspeção final no protótipo desenvolvido pelo SENAI-CTGás, já testado – e aprovado – no tratamento de humanos.

A matéria prima para a fabricação em série já chegou a Natal e a montagem começa quando houver uma sinalização favorável dos inspetores. O custo final do produto é estimado em R$ 11 mil (contra um mínimo de R$ 50 mil no mercado paralelo). Pela necessidade e escassez de um produto vital, bem que o Governo  do Estado poderia dar uma autorização especialíssima para o início imediato da produção, nesses tempos de pandemia.

Grupo Guararapes estuda ampliar sua presença no projeto ProSertão

Maior empresa integradora do ProSertão, atuando como parceira de seis dezenas de empresas no interior potiguar, a Guararapes estuda ampliar a sua presença no programa, levando para ele o seu braço financeiro.

Atualmente, a Guararapes fornece toda matéria prima (inclusive peças já cortadas) aos parceiros para serem costuradas no interior, e recebe o produto acabado para a venda. Agora levará recursos do PRONAMPE (Programa Nacional de Apoio às Micro Empresas e Empresas de Pequeno Porte) para financiar toda a operação e investimentos futuros, com a Midway Financeira, em fase de transformação em banco.

A Midway priorizou o cartão Riachuelo, tornando-se a maior emissora de cartões PL (“Private Label”), com mais de 25 milhões de associados e com uma carteira de 31 milhões de clientes. O financiamento às empresas do ProSertão foi tratado pelo empresário Flávio Rocha, com o Secretário de Desenvolvimento, Silvio Torquato, numa vídeo conferência.

Assembleia abriu processo contra secretário de Fátima

A Comissão de Finanças e Fiscalização da Assembleia Legislativa abriu um processo contra o Secretário de Planejamento do Estado, Aldemir Freire, que não respondeu a seis pedidos de informação daquele colegiado, desde a situação dos Fundos autônomos (Detran e Idema) da administração estadual até o pagamento adiantado para a compra de respiradores artificiais.

A abertura do processo deve começar por uma fiscalização do Tribunal de Contas que pode travar a uma área que deve ser dinâmica pela própria natureza. 

Rio de Janeiro retoma processo de venda da companhia d´àgua

O Governo do Rio de Janeiro e o BNDES lançaram, para consulta pública, minuta do edital de licitação para a concessão da CEDAE (a CAERN de lá) por 35 anos. A previsão é que o leilão, considerado a maior concessionária privada do país – R$ 33.5 bilhões – ocorra ainda em dezembro. Pelo modelo, a operação e ampliação das redes de água e esgoto serão transferidos para a iniciativa privada. Enquanto isso a Caern publica anúncio mostrando que deu lucro...A venda da CEDAE  sai dentro da operação de socorro financeiro do Governo Federal.

Poder a Ministro da Educação esvazia a eleição da UFERSA

A Medida Provisória que dá ao Ministro da Educação poder de escolha dos reitores das universidades federais nesse tempo de pandemia, sem qualquer consulta pública ou eleição, ocorre no auge da campanha para a eleição do Reitor da Universidade Federal do Semi Árido, UFERSA, em Mossoró, com cinco candidatos inscritos: Rodrigo Codes, Josivan Barbosa,  Ludmila Oliveira, Jean Berg Alves  Rodrigo Sergio.

No Senado há uma forte reação contra a medida e alguns defendem que a MP “autoritária e arbitraria” deve ser devolvida ao Executivo, medida adotada, sexta-feira, sem levar ao Plenário, a Medida Provisória que ampliava os poderes do Ministro da Educação na nomeação de reitores de universidades federais. É a terceira vez que isso ocorre, em toda história do Parlamento brasileiro.

Empresas de confecções do RN redirecionam linha de produção

Em tempos de pandemia, 18 empresas de confecções do RN estão redirecionando sua linha de produção para aproveitar oportunidades de mercado que estão surgindo em função do próprio coronavírus; contando com o apoio do SENAI e SEBRAE.

Essas empresas estão inscritas no programa Conexão SENAI, que está oferecendo consultoria para produzir material de EPIs (Equipamento de Proteção Individual), com o aumento da demanda: máscaras cirúrgicas, máscaras de uso diário, protetores faciais (face shield) e vestimentas hospitalares, entre outras.

O suporte tecnológico será fornecido, aqui no Estado pelo Centro de Educação e Tecnologias, Clóvis Mota de Natal, e Centro de Educação e Tecnologias Aluisio Bezerra, de Santa Cruz, ambos do SENAI.

Fábio Faria virou peça chave no quebra-cabeça do Planalto

Da Coluna do Estadão, do jornal Estado de São Paulo: “A despeito da incoerência com que o seu mantra (acabar com a “velha política”), a recriação do Ministério das Comunicações com Fábio Faria à frente tem tudo para ser uma das (raras) boas jogadas políticas de Jair Bolsonaro. Além de fechar ainda mais a casinha em torno do Presidente do Congresso, a mexida de peças pode blindar o Planalto. 

Informações às quais o em torno de Bolsonaro teve acesso indicam investigações consistentes sobre o uso da verba publicitária. Sumir com a SECOM do palácio seria uma maneira fácil de blindar Bolsonaro”.

Cabaré de Caicó ganhou fama igual aos de Natal na 2ª Guerra

Se na época da 2ª Guerra, alguns cabarés de Natal ganharam fama além fronteiras. Nos tempos pandemia, o “Sol e Lua”, de Caicó, faz fama no Brasil por ações filantrópicas que realiza promovendo “lives” para atender as profissionais do sexo que estão sem faturar.

A última “live” ganhou uma página de reportagem da Folha de S Paulo – “Live de cabaré ajuda garotas de programa,  cães, idosos e até igreja” –  rendeu R$ 12 mil, meia tonelada de alimentos, produtos de higiene e 108 cestas básicas. A reportagem apresenta a dona do bordel, Lilia Saldanha, também vereadora em Brejo do Cruz, na vizinha Paraíba, eleita pelo PP.

Mi-mi-mi

A Coteminas, gigante do setor têxtil, está de olho no ProSertão.

As chuvas de Maio de 2020 (426,1 mm) foram as maiores no RN desde 2011.

Diretas sempre: Hoje completa 125 anos da primeira eleição direta para Governador do RN. O eleito foi Ferreira Chaves.

Getúlio Rego volta ao Colégio de Líderes da Assembleia, no lugar do Coronel Azevedo.

Orçamento do Ministério de Fábio Faria: R$ 2.3 bilhões.

Completa 75 anos, hoje, da primeira sessão ordinária do Tribunal Regional Eleitoral do RN.

A pandemia vence a frescura: A Parada Gay, hoje, será virtual. Sem pegação.

Quatro municípios do RN implantaram o lockdown na quarentena: Macau, Pendencias, Guamaré e Caraúbas.

O município de Tibau criou barreiras na entrada da cidade para fazer triagem de quem vem de fora.

Amanhã,completa 44 anos que a Petrobras começou a explorar petróleo no RN.

Os franceses vão poder comemorar, hoje, a Queda da Batilha, com vinho nas calçadas de Paris. - Vive la France.

Nove em cada dez tuítes sobre covid-19, no Brasil, criticam o Governo.

O aniversariante de hoje é o presidente Donald Trump.

Desde o primeiro isolamento social, o Rio de Janeiro teve mil bares e restaurantes fechados.

Além do atacante Fred, o zagueiro Tiago Silva (do PSG) escolheu o Fluminense para encerrar a carreira.

Bolsonaro definiu: o sucessor do ministro Celso de Melo no STF será o Secretário Geral da Presidência, Jorge Oliveira.

Se vivo fosse, Che Guevara completaria, hoje, 92 anos.

Tendo contas desaprovadas, o Partido da Solidariedade/RN, terá de devolver R$ 35263,49 ao Tesouro.

Uma data pouco comemorada: - Hoje e o Dia dos Carecas.

A semana terminou com 299 shoppings center funcionando em 137 cidades, de 17 Estados, do Brasil

Empresários do Nordeste são os que reclamam mais

Empresários do Nordeste são os que mais reclamam dos efeitos da crise causada pela pandemia de Covid-19 em seus negócios, segundo pesquisa da CNI. De todos, 83% dos nordestinos afirmam ter sofrido impacto negativo da pandemia nos negócios.

Escolas do Estado tiram as cantinas da informalidade

O Estado do RN resolveu acabar a informalidade na gestão das cantinas que atendem as escolas da rede estadual, em 20 dias. Depois da volta as aulas, qualquer ponto fixo que venda alimento só funcionará se estiver legalizado.