Professor de Natal concorre a prêmio com jogo "Potiguares"

Publicação: 2019-04-18 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Com o objetivo de tornar as aulas divertidas e garantir a aprendizagem, o professor e gestor da rede municipal, Raphael Barbosa de Lima, uniu o seu gosto por RPG (Role-Playing Game ou jogos de interpretação de papéis) com o seu amor pela sala de aula e criou o jogo "Potiguares", que fala sobre a comunidade indígena presente na cidade e no estado.

Jogo se espelha no conhecido RPG onde alunos são personagens
                                    Jogo se espelha no conhecido RPG onde alunos são personagens

Sua inciativa para dinamizar as aulas rendeu a indicação para premiações nacionais: ele está concorrendo em duas categorias - de Revelação Independente e de Autor Nacional - no evento “Jogos Offline”, promovido pela empresa Geek Carioca.

Evento que premia os melhores criadores de jogos do país, o “Jogos Offline” ocorrerá na cidade de São Paulo, de 27 a 28 de abril, teve votações pela internet, no site.

Pensando nisso, tendo em vista a grande chance do prêmio vir para a cidade, toda a comunidade escolar se mobilizou votando, via internet, para ajudar o professor de história a conquistar o prêmio e trazer esse título para a cidade, refletindo ainda na valorização do ensino da rede pública.

A sigla RPG vem do inglês Role-Playing Game, que significa Jogo de Interpretação de Papéis. Como o nome já diz, nele você interpreta o papel de um personagem em uma história. Em um dos textos em seu blog pessoal, Raphael explica: “Em um RPG de mesa, você e seus amigos criam uma história juntos, sobre um grupo de personagens que participam de aventuras. Cada um dos jogadores cria seu próprio personagem, decide os desafios que irá enfrentar e a forma como irá lidar com eles. Para deixar as coisas mais interessantes, o jogo usa dados — de acordo com regras, do sistema escolhido — para adicionar um pouco de incerteza e tornar as coisas mais interessantes”.









continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários