Professores da UFRN decidem aderir à greve geral dia 14 de junho

Publicação: 2019-06-05 20:14:00 | Comentários: 0
A+ A-
Os docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) decidiram após plebiscito realizado entre os dias 3 e 5 de junho entrar em greve no próximo dia 14 de junho. Foram 507 (78,8%) votos a favor e 136 (21,6%) contra. O movimento é nacional e tem como pauta reivindicar os contingenciamentos na educação e a Reforma da Previdência.

Em manifestação pacífica, estudantes levaram em cartazes mensagens contra os cortes na verba da educação no país
Protestos estão previstos para o próximo dia 14

o presidente do ADURN-Sindicato, Wellington Duarte, avaliou a situação, "A nossa responsabilidade neste momento não é pequena. Depende do nosso poder de mobilização a construção de um amplo movimento de resistência”. O dirigente chamou atenção, ainda, para a legitimidade do processo de consulta, que permitiu o posicionamento de um  grande número dos professores. Participaram os professores sindicalizados e não sindicalizados, ao todo são 2.364 aptos a votar.

15 de março
No último dia 15 de maio, aproximadamente 70 mil pessoas compareceram a primeira mobilização de massa contra o governo de Jair Bolsonaro.  A manifestação começou às 16h30 no cruzamento das avenidas Bernardo Vieira e Salgado Filho e seguiu até o Natal Shopping, em Candelária, onde se encerrou às 19h30. Atos também foram registrados em mais de 140 cidades do país.



Fonte: ADURN




continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários