Programa eleitoral

Publicação: 2014-08-21 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Woden Madruga [ woden@terra.com.br ]

No ar, o programa eleitoral! É a vez do cristão mudar de canal. Mas há quem goste e fica até o fim, esperando a novela,  muito menos desinteressante. A propósito, as novelas também sofreram na alteração do horário. Tem gente boa, eleitor consciente, ajeitando os ponteiros do relógio. Outros passam para a tevê portuguesa, muito mais interessante, e pode acontecer a felicidade de, num desses canais de Lisboa, ver e ouvir a doce Carminho (Maria do Carmo de Carvalho Rebelo de Andrade) cantando “As pedras da minha rua”, de Eduardo Damas e Manuel Paião.  Ou “Contrato de Separação”, de Dominguinhos e Anastácia, emendando com “Carolina”, de Chico Buarque, os dois cantando juntos.

Mas, no primeiro dia, talvez por dever de ofício, fiquei de olho na tevê e vi tudo que empurraram no ar: federal, estadual, municipal; pra todos os gostos e poucas ideologias. Tïve um susto, mas aguentei firme, quando identifiquei certos candidatos a deputado federal. Nas eleições para presidente, não. Esperava mais ou menos aquilo que o marquentigue ofereceu. O João Santana, que cuida de Lula e de Dilma, apresentou sua candidata com novos atributos: ler, gosta de música e de cozinhar. Projeta a imagem da presidente diante das panelas cuidando da química da cozinha. Faltou apenas o lenço na cabeça. O cabelo estava muito bem penteado. Poderia até, se quisesse, ir a uma soirée...

Cheguei horas depois no Cova da Onça e o assunto era um só: a arte de cozinhar da presidente Dilma, temperada com uma simpatia de repente. Houve palpites na mesa da calçada. Foi aí que o Mestre Gaspar, chef de cozinha com doutorado no Grande Hotel (do majó Theodorico Bezerra), obtido no decorrer da Segunda Guerra (guarda na carteira de couro de crocodilo,  como verdadeira relíquia, um autógrafo de Humphrey Bogart), abrindo um sorriso que  não consegue disfarçar uma pimenta de ironia, foi dizendo:

- Ah, o que eu gostaria mesmo de saborear do cardápio de dona Dilma era  uma pizza a quatro queijos. Só que no lugar do catupiry eu colocaria queijo de coalho de leite de cabra da raça Canindé. Mas deixaria os outros três: mussarela, provolone e gorgonzola.

Mais adiante, indo pela Nisia Floresta para chegar à redação, acesso a internet e leio a coluna de Josias de Souza que se debruçou sobre o primeiro dia do programa eleitoral:

- A marquetagem de Dilma dispõe de boa quantidade de minutos – o triplo do tempo de Aécio. Por isso, não faltaram ao programa os truques já tradicionais no trabalho do marqueteiro João Santana: horizontes luminosos, sobrevoos cinematográficos, obras públicas e fábricas fervilhando e um interminável etcétera.

- Cruzando-se a publicidade de Aécio com a de Dilma verifica-se com quantos lugares-comuns se faz uma originalidade. As duas equipes de marketing recorreram ao mesmo tipo de recurso. Num simulacro de transmissão ao vivo, brasileiros filmados em diferentes partes do país acompanham o discurso de Aécio e a execução do jingle de Dilma. No mundo dos comerciais eleitorais, como no resto da política, nada se cria, nada se transforma, tudo se conspurca.

Garibaldi
O ministro Garibaldi Filho amanheceu ontem em Natal, vindo de Brasília, para participar do ato de assinatura de vários convênios que garantiram verbas  para projetos de saneamento básico e esgotamento sanitário em Natal, Parnamirim e Mossoró, aprovados pelo Ministério da Cidade. Só em Natal serão investidos mais de  130 milhões de reais.

O titular do Ministério das Cidades, Gilberto Magalhães Occhi, também veio. O ato aconteceu, na manhã de ontem, na Superintendência da Caixa Economia Federal, que financiará as obras.

Livro
Festa no começo da noite de hoje na sede da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras com o lançamento do livro Perdão, romance de estreia do cronista Francisco Rodrigues da Costa, areiabranquense/mossoroense.  Um detalhe: o autor anda firme nos 81 anos. E sua estreia na literatura aconteceu quando festejava 72 anos, em 2005.

De lá pra cá,  em apenas 9 anos, já publicou cinco livros, quatro de crônicas e este romance.

O livro sai com o selo da Sarau de Letras, de Mossoró, capa dura (bonita edição), projeto gráfico e capa de Augusto Paiva, prefácio de Aécio Cândido e quarta capa com texto de Dom Marcelo Almeida, os dois jogando um bolão.

Na abertura do seu livro,  Francisco Rodrigues da Costa presta uma homenagem póstuma ao professor e ex-deputado João Faustino Ferreira Neto.

Feira do Livro
E já que estamos nos terreiros de Mossoró, fica anotado que a sua 10ª Feira do Livro acontecerá entre os 3 e 7 de setembro. Tem um bocado de gente boa vindo de fora, entre eles o escritor Lira Neto, dos mais importantes biógrafos do país e que acabar de publicar o terceiro volume da trilogia sobre Getúlio Vargas.

Débora
A professora natalense Débora Araújo Seabra de Moura, também atriz e escritora, será entrevistada hoje no programa Encontro com Fátima Bernardes, da TV-Globo, a partir  das 11 horas. Débora é portadora da Síndrome de Down, ensina na Escola Doméstica de Natal e já representou o Brasil num seminário realizado na sede da ONU, em Nova York. Ano passado publicou o seu primeiro livro, Débora conta histórias, pela editora Alfaguara/Objetiva, com apresentação de João Ubaldo Ribeiro.

Em Cruzeta
Nesta quinta-feira, 21, consagrado a São Pio X, acontece o I Encontro de Bandas de Música de Cruzeta. O homenageado é o maestro e compositor Tonheca Dantas, santo seridoense autor da valsa Royal Cinema. A  programação começa ás 15 horas, sob a batuta do maestro Humberto Carlos Dantas, o Bembém. Ouviremos as bandas de música de Cruzeta, Acari, Carnaúba dos Dantas (onde nasceu Tonheca), Florânia, Parelhas e de Santa Luzia, da Paraíba.

Palestras 
Na programação de Cruzeta o historiador, professor da UFRN e também músico, Claudio Galvão,  fará duras palestras: “Câmara Cascudo: O homem que inventou o brasileiro”(lembrando que amanhã, 22, é o Dia Nacional do Folclore) e “Vida e Obra de Tonheca Dantas”.  Cláudio Galvão é autor de uma biografia de Tonheca, A Desfolhar Saudades.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários