Projeto chama atenção para importância da leitura diária

Publicação: 2019-05-25 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O uso inadequado das novas tecnologias como tablets, computadores, smartphones, videogames, tevês e plataformas de streaming têm feito com que pessoas percam o hábito da leitura. Em Natal, estudantes da Escola Lápis de Cor/MOV, na zona Sul, participam de um projeto que chama a atenção para a importância de ler livros.

Crianças conhecem estrutura de livraria e escolhem títulos de narrativas infantojuvenis
Crianças conhecem estrutura de livraria e escolhem títulos de narrativas infantojuvenis

Intitulada de Viagem à Leitura – Ciranda de Livros, a iniciativa nasceu há quase três anos e reúne crianças dos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental. Na primeira fase, os alunos visitam e conhecem a estrutura de uma livraria e escolhem títulos de narrativas infantojuvenis. A experiência também exige a responsabilidade de comparar preços, pagar pela obra selecionada e conferir o troco recebido, caso haja. Tudo com a orientação de um adulto.

A segunda e última etapa destaca-se pelo momento pós-leitura, onde cada leitor expõe sua crítica do livro para os demais participantes do projeto. O momento final é composto pela troca dos exemplares, como um rodízio, onde os estudantes leem todos os livros adquiridos pela turma e apresentam em sala de aula um texto do gênero resenha de autoria própria.

“Quando temos o hábito da leitura, expandimos o repertório de palavras, ampliamos as habilidades de escrever, interpretar e compreender textos de diferentes gêneros e aprendemos, dentre outras coisas, a capacidade de escutar e se expressar de acordo com as circunstâncias”, afirma o professor de Ciências Humanas, Geoci da Silva.

Uma visita à livraria
Na última terça-feira (21) e quinta-feira (23), a Escola Lápis de Cor/Mov começou a realizar a edição anual do Viagem à Leitura – Ciranda de Livros. Durante excursão à Livraria Saraiva do Shopping Midway Mall, em Natal (RN), obras como “A Prisão do Rei - A Rainha Vermelha”, de Victoria Aveyard, e “Percy Jackson e o Ladrão de Raios”, de Rick Riordan, estiveram entre as preferências de Pedro Graça, 7º ano, e Gustavo Medeiros, 6º ano, respectivamente. Ambos jogam bastante videogame, mas afirmam não dispensar uma boa leitura. “Gosto de histórias medievais, mas costumo ler mais livros que envolvam astronomia. Eles fazem com que eu aprenda mais sobre as estrelas e os planetas”, diz Pedro. “Eu gosto de ler qualquer livro, desde que seja legal. Por isso, escolhi Percy Jackson. Sou fã”, dispara Gustavo enquanto aguarda a próxima leitura.





continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários