Proposta de rescisão com a TV não agrada diretoria

Publicação: 2018-10-02 00:00:00
A diretoria do América não se mostrou satisfeita com a proposta de rescisão contratual realizada pelo grupo Tuner, novo proprietário dos canais Esporte Interativo e que tinha contrato para transmissão dos jogos do clube potiguar no Campeonato Estadual até 2022. O presidente do Alvirrubro, Eduardo Rocha, disse que conversou ontem com um representante da empresa e pediu que fosse apresentada uma nova proposta.

Créditos: Magnus NascimentoEduraro Rocha destacou que a saída da televisão do Estadual provocou a perda de patrocínioEduraro Rocha destacou que a saída da televisão do Estadual provocou a perda de patrocínio
Eduardo Rocha destacou que a saída da televisão do Estadual provocou a perda de patrocínio

Segundo o dirigente, o valor oferecido inicialmente não leva em consideração as várias multas existentes no contrato, no caso de  uma quebra de compromisso da forma como foi realizada e não cobre os prejuízos gerados pela decisão unilateral da Tuner, que decidiu mudar a antiga política de investimento dos canais Esporte Interativo.

“Nós tivemos um contato com os representantes da empresa e pedimos para que a proposta inicial fosse melhorada. Se não for aceita, iremos iniciar uma batalha judicial pelo cumprimento daquilo que estava no contrato. Essa nova proposta tem de chegar pelo menos perto daqueles valores que foram estabelecidos com a incidência das multas rescisórias”, disse Eduardo Rocha.

A saída da TV do Estadual já provocou um prejuízo direto ao América, que perdeu um patrocinador justamente pela falta de uma maior divulgação da competição local.

“Nós estávamos praticamente fechados com um grupo que explora a área de ensino universitário de São Paulo e que está entrando no mercado potiguar. Quando a direção desse grupo soube que nós não teríamos mais os jogos transmitidos pela TV, simplesmente abriu mão da negociação. A questão já nos provocou um prejuízo direto”, salientou Rocha.

Apresentação
A nova comissão técnica do América definiu a data de apresentação do elenco de profissionais, para iniciar os trabalhos visando a temporada de 2019. O treinador Luizinho Lopes  disse que, no dia 19 de novembro, quer todo o grupo em Natal para realização dos exames médicos necessários e início dos treinamentos.

Com a definição, a diretoria e a comissão técnica terão um pouco mais de 45 dias para realizar a contratação dos atletas para o novo elenco. Segundo o vice-presidente do Alvirrubro, Eliel Tavares, essa semana serão iniciados os primeiros contatos com os jogadores pretendidos, uma vez que o perfil dos jogadores desejados já é conhecido.

O número de contratações vai depender da definição da Federação Norte-riograndense de Futebol (FNF) de quantos atletas com idade igual ou a baixo de 23 anos, os clubes terão de levar para cada partida do Campeonato Potiguar.

“O América defende o limite de 32 atletas inscritos e com 40% desse elenco sendo de jovens atletas das bases dos clubes. Essa seria uma medida que traria muita economia para os clubes na disputa do Estadual”, ressalta Eduardo Rocha.

A FNF definiu que a primeira reunião com os dirigentes de clubes, para tratar das alterações que serão propostas para o Estadual, está marcada para o dia 9 de outubro, às 15 horas, no auditório da Federação.