Cookie Consent
Esportes
Prova deve trazer muitas novidades nas equipes
Publicado: 00:01:00 - 22/05/2022 Atualizado: 13:25:07 - 21/05/2022
Tradicionalmente, o GP da Espanha é marcado por atualizações e novidades nos carros, por ser a primeira etapa do campeonato na Europa, mais perto das bases das equipes. Isso facilita a chegada de novas peças e componentes, que vêm sendo testados desde a primeira prova do ano, em março. A largada será dada às 10h (horário de Brasília), deste domingo (22).

Mercedes Benz
A equipe Mercedes foi a que trouxe maior pacote de alterações

A equipe Mercedes foi a que trouxe maior pacote de alterações


Uma dessas novidades já pôde ser vista no treinamento. A RBR e outras equipes colocaram, na traseira dos carros, o flow vis, aquela tintura feita da mistura de um pó colorido com algum material viscoso para analisar a trajetória do fluxo do ar na aerodinâmica dos bólidos.

A Mercedes trouxe um pacote radical de atualizações é a Mercedes, que luta para reconquistar seu espaço na ponta do campeonato. Para Barcelona, segundo a FIA, o time trouxe mudanças na asa dianteira e em todo o assoalho.

O principal objetivo é vencer o "porpoising", o quicar do carro, que vem comprometendo o desempenho do time ao aparecer principalmente nas curvas e prejudica, também, a saúde dos pilotos.

Quem também promete mudanças significativas em seu carro é a Ferrari, que viu a rival RBR tomar à frente com as atualizações no RB18 ao longo deste começo de temporada. De olho em retomar sua vantagem, a escuderia de Maranello também trouxe um assoalho atualizado para Barcelona e promoveu mudanças na asa traseira, com um design novo para promover mais downforce.

Por fim, a Aston Martin apresentou seu AMR22B e chamou muita atenção pela semelhança com o RB18, carro da RBR.

Essas mudanças são testadas considerando a versatilidade do Circuito da Catalunha; com retas longas e curvas de baixa, média e alta velocidade, a pista "emula" as características de diversos outros autódromos. Ou seja, ir bem na Espanha significa uma grande probabilidade de ir bem no restante dos circuitos que a F1 ainda visitará.

Sobre estatísticas: o Hamilton pode chegar à sétima vitória em Barcelona. Não seria o recorde em um mesmo circuito na F1. O recorde é de oito vitórias (Schumacher em Magny-Cours, Hamilton em Silverstone e no Hungaroring).

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte