Prova reúne oito mil "histórias"

Publicação: 2018-09-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Meia Maratona do Sol, que será disputada amanhã, a partir das 16h, com largada e chegada na Arena das Dunas, reúne oito mil corredores e oito mil histórias diferentes de relação dos atletas com a corrida de rua. Uma dessas histórias é a da corredora Adriana Clementino, especialista nos 10k, mas que, dessa vez, optou por desafiar os 21km.

Adriana Clementino estará na largada da prova, amanhã às 16h
Adriana Clementino estará na largada da prova, amanhã às 16h

“Eu gosto de correr corrida de longa distância, tenho experiência. Já corri maratona e fui para vários lugares e tenho bons resultados”, comenta Adriana sobre a opção pelos 21k.

Mas, a decisão que mais chama atenção não é a escolha da distância a ser percorrida na Meia Maratona do Sol. A mudança ocorrida no esporte praticado pela  atleta foi ainda mais radical. “Antes eu praticava bodyboard  e cheguei a ser vice campeã baiana da modalidade. No entanto, comecei a acompanhar o pai de uma amiga nas corridas e me apaixonei pelo esporte”, relembra.

Aos 25 anos começou de fato a se preparar e a competir nos campeonatos em Natal. A atleta foi evoluindo e melhorando a cada dia o seu rendimento, e as vitórias naturalmente começaram a surgir. Adriana subiu aos pódios com cinco meses de treinamento, então não quis mais parar de competir.

No entanto, a atleta conta que teve um período que precisou parar de treinar,  pois não conseguiu  conciliar o estudo na UFRN, trabalho e treino. Em 2017 voltou a competir e a vencer. Hoje, tem o patrocínio da NatalCard e faz parte de uma equipe. “Agradeço ao patrocinador, aos meus antigos treinadores (Batista), ao meu técnico atual, Marcos Gomes, aos amigos que me apóiam até hoje, até pelo aquele tempo que parei e só voltei hoje por incentivo dos amigos”, conclui a corredora que é educadora física, faz mestrado e dá aulas para alunos da terceira idade.

KITS
A entrega dos kits da Meia do Sol continua sendo realizado hoe, das 10 às 22h, no 3º piso do Midway Mall. Pensando nos maraturistas, atletas que viajam o país para participar de corridas de rua, a entrega do kit do atleta será estendida até amanhã, das 10h às 12h.

O kit é composto por número de peito, camiseta em tecido tecnológico, chip de cronometragem eletrônica e regulamento da prova. No momento da retirada do kit, o responsável deverá conferir os dados, número de peito e chip. “Vale lembrar que o atleta que não retirar o material no dia e horário estipulado fica impedido de participar da corrida, uma vez que os itens são obrigatórios desde a largada”, explica Gabriel Negreiros, um dos organizadores.

Associada a temáticas como saúde, bem estar e qualidade de vida, além de incentivar a prática de esporte, a prova desperta nos corredores a solidariedade. Na entrega do kit do atleta, os corredores poderão doar um quilo de alimento não perecível. Todos os mantimentos arrecadados serão destinados ao Armazém da Caridade, entidade filantrópica sem fins lucrativos do Rio Grande do Norte, que presta um serviço social ao Estado há décadas. A meta da organização neste ano é contribuir com mais de sete toneladas de alimento.







continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários