PT tem nomes cogiados para a disputa majoritária

Publicação: 2020-01-25 00:00:00
Entre os três nomes do Partido dos Trabalhadores (PT) cogitados para a disputa da prefeitura de Natal, nas eleições de 4 de outubro, o médico Alexandre Motta admite que já colocou sua pré-candidatura à disposição do partido. Enquanto isso, o senador Jean Paul Prates não descarta a possibilidade de concorrer, mas afirma que ainda “fará essa discussão, preliminarmente, dentro do próprio partido”. A deputada federal Natália Bonavides diz que já comunicou ao partido que não almeja a disputa de cargo eletivo este ano.

saiba mais

Com mandato até 2022, Jean Paulo diz que desde sua filiação ao PT, “tem cumprido todas as missões políticas que o partido delega”.  Porém, acrescentou ele que, “no momento, tenho me dedicado integralmente a exercer o mandato de Senador da República pelo estado que me adotou e que adotei, com muita responsabilidade e em substituição à principal liderança do Rio Grande do Norte: a governadora Fátima Bezerra”.

O senador Jean Paul afirmou que “a discussão interna do partido a respeito de Natal ainda se encontra em curso, e se dá no âmbito de sua base de forma participativa e democrática”.

Prates disse, ainda, que “em princípio, o partido caminha para ter uma candidatura própria” a prefeito de Natal: “Farei essa discussão, preliminarmente, dentro do próprio partido, e a minha cogitação e decisão pessoal a respeito somente poderá ser resultante desta discussão.”

Já a deputada federal Natália Bonavides (PT) confirmou à TRIBUNA DO NORTE     que não pretende disputar a eleição para a prefeitura de Natal: “Já comuniquei ao conjunto do partido minha posição de não disputar as eleições 2020. Continuo na luta parlamentar e social em defesa dos direitos do povo brasileiro”.

Natália Bonavides encontrava-se em Minas Gerais, participando de um evento do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), mas informou que vai participar ativamente do processo eleitoral 2020, “ajudando a construir as candidaturas petistas por todo o estado e em especial em Natal”.

Bonavides afirmou, ainda, que “Alexandre Motta tem se colocado a disposição do partido e é um valoroso nome e tem capacidade de representar nosso programa no pleito, debatendo os problemas estruturantes da cidade”.

A parlamentar colocou, ainda, que o senador Jean Paul também tem sido citado para ser candidato do PT a prefeito da cidade. “A direção municipal de Natal, em diálogo com a direção estadual, saberá conforme nossas regras, conduzir o processo de escolha”.

Segundo a deputada, “independente do nome escolhido, fortalecerei o projeto. Natal merece uma gestão que faça o enfrentamento dos reais problemas da cidade”.

O médico Alexandre Motta disse que colocou os seu nome à disposição do PT como pré-candidato a prefeito de Natal: “Já conversei com algumas lideranças de algumas tendências,  e com a nossa presidenta Divaneide Basílio me posicionando a respeito dessa possibilidade”.

Com relação ao processo de escolha do candidato do PT a prefeito de Natal, a deputada Natália Bonavides lembrou que, desde o seu surgimento, “o Partido dos Trabalhadores tem se caracterizado pela sua democracia interna e amplo debate coletivo. O processo de escolhas de suas candidaturas é feito nas devidas instâncias, conforme as regras estabelecidas”.

Alexandre Motta afirmou que o PT “é um partido muito dinâmico e vivo onde o debate interno ocorre sempre sobre uma análise da conjuntura e da melhor opção que entendemos do ponto de vista político e eleitoral”.

Motta avalia que “essa discussão vai se dar com maior profundidade, creio eu, a partir do mês de fevereiro”.

Para Motta, a forma de escolha do candidato do PT a prefeito de Natal “vai se dar pelo regimento interno do partido e na condução que foi acordado pela executiva e pelo diretório municipal”.

Ele disse, ainda, que “seja qual for a forma de escolha do candidato do PT, o meu nome está apresentado e eu estou à disposição da decisão partidária”.

Finalmente, Alexandre Motta declarou que, “independente de qual seja o candidato estarei na linha de frente apoiando o nome escolhido na defesa do nosso projeto de sociedade e a nossa visão de uma prefeitura voltada aos interesses de uma cidade feliz”.