Quadrilha invade motel na Zona Norte e é surpreendida pela PM

Publicação: 2013-05-26 09:29:00
Cinco homens armados tentaram assaltar o Motel Eros, na Avenida João Medeiros Filho, na zona Norte de Natal. O grupo invadiu a recepção do estabelecimento por volta das 3h deste domingo, rendeu os funcionários e em seguida os trancou numa das salas da administração do estabelecimento. Entretanto, o barulho da movimentação do grupo chamou atenção de um dos clientes do motel, que ligou para um amigo policial e relatou a suspeita de assalto ao local.

Com isto, uma viatura do 4º Batalhão da Polícia Militar se dirigiu ao local e constatou a ação criminosa. Os policiais foram recebidos a tiros pelo grupo. De acordo com o cabo Josenilto, chefe da Viatura 414 na ocasião, os policiais não revidaram os disparos para proteger os clientes e trabalhadores do motel.

De acordo com relatos de policiais militares que trabalharam na operação, os homens optaram por fugir pulando o muro do motel. “Eles entraram no terreno de uma loja de motos, depois saíram num posto de gasolina e entraram no mangue”, disse um dos soldados. Contudo, um deles decidiu voltar para a Avenida João Medeiros Filho para pegar um taxi. Através do rádio comunicador do veículo, o motorista acionou a polícia que seguiu o taxista e na altura do cruzamento das Avenidas Bernardo Vieira e Jaguarari, interceptou o veículo.

Dentro dele estava um adolescente de 17 anos, integrante da quadrilha. Ele relatou que o grupo havia tomado um veículo Siena de assalto no bairro Rosa dos Ventos, em Parnamirim, e depois seguiram para Natal na tentativa de assaltar o motel. Com  o adolescente, que já tem passagem pela Polícia por roubo, foram encontrados R$ 800 em espécie. Não se sabe ao certo o que os bandidos que conseguiram fugir levaram do motel. A preocupação do delegado de plantão da Delegacia da zona Norte na manhã deste domingo, 26, era a destinação do adolescente apreendido. Visto que, todos os Ceducs da capital estão interditados judicialmente. O assaltante deverá ser posto em liberdade ainda hoje.